Bellucci/Dutra Silva comemoram vitória contra Soares/Melo e afirmam: "Fizemos tudo bem"
Foto: Flickr Foto Jump 

Bellucci/Dutra Silva comemoram vitória contra Soares/Melo e afirmam: "Fizemos tudo bem"

Brasileiros jogaram em alto nível e eliminaram principais favoritos ao título do Rio Open

caiocarvalho97
Caio Carvalho

Nesta quinta-feira (21), no último jogo da Quadra Guga Kuerten, os wildcards Thomaz Bellucci e Rogério Dutra Silva surpreenderam ao eliminarem Marcelo Melo e Bruno Soares, parceria favorita ao título do Rio Open. A vitória no super tie-break foi a maior da carreira dos dois simplistas em um torneio de duplas.

Após o grande resultado, Bellucci e Rogerinho falaram sobre a expectativa para a sequência no ATP 500 do Rio de Janeiro. Os brasileiros enfrentam Jebavy/Molteni nas semifinais.

"Pensar jogo a jogo. O importante é que nós estamos felizes dentro de quadra, se divertindo. Lógico que jogar uma dupla a gente tem bem menos responsabilidade do que jogar simples, então a gente entra na quadra como franco-atirador. Estamos bem, subindo o nível. Amanhã é jogar solto, com a torcida. Acho que se a gente jogar como jogou hoje temos grande chance de fazer uma final."

Bellucci negou a possibilidade de virar duplista futuramente, mas não descartou jogar mais torneios caso consiga uma conciliação. 

"Não, não. Não vou virar duplista não. Vou encerrar minha carreira como simplista, dupla não é muito a minha praia não. Lógico que se eu conseguir conciliar simples com duplas vou seguir jogando, como estou jogando aqui agora".

Perguntados sobre a vitória contra Soares/Melo, os tenistas do Brasil reconheceram a grande partida que fizeram e analisaram suas melhores táticas em quadra.

"A gente foi bem consistente desde o começo do jogo, a maior parte do jogo fomos superiores, eles salvaram alguns match points no segundo set, mas a gente tava mais sólido e com um volume de jogo muito grande. Acho que a gente sacou muito bem, fizemos tudo bem. Foi um grande jogo nosso".

Por fim, a dupla falou sobre a motivação mútua quando jogam juntos. De acordo com Rogerinho, essa boa relação é importantíssima para ambos estarem confiantes.

"A gente está se divertindo em quadra, a gente tá curtindo. Quando um erra a bola o outro fala 'vamo lá', então acho que isso é o mais bacana. Um está levantando o outro, isso é muito bom para a gente também na parte de simples porque dá muita confiança para seguir depois nos torneios de simples". 

VAVEL Logo