Swiatek despacha Sabalenka nas quartas em Doha; Ostapenko domina Muguruza
Foto: Divulgação/WTA

Em dia inspirado, a #8 Iga Swiatek despachou a #2 Aryna Sabalenka e se qualificou às semifinais do WTA 1000 de Doha, no Catar. A polonesa fechou a partida diante da cabeça de chave 1 com parciais de 6/2 e 6/3, em 1h15, nesta quinta-feira (24). Este foi o segundo confronto entre elas, e a primeira vitória de Swiatek.

A polonesa contou com o forehand potente e afiado para conquistar a grande vitória. Swiatek foi quebrada três vezes na partida, mas compensou com devoluções muito poderosas.

A campeã de Roland Garros 2020 conquistou 58% dos pontos no serviço de Sabalenka, que só confirmou o saque duas vezes na partida. Mesmo após sair de 0/3 na segunda parcial, a polonesa não se abalou e venceu os últimos seis games da partida para assegurar sua vaga na próxima fase.

Com a derrota nas semis, Sabalenka vai perder a segunda colocação no ranking mundial para Barbora Krejcikova, que vai alcançar essa posição pela primeira vez na carreira.

Leia mais:
Kontaveit bate Jabeur em Doha e mantém invencibilidade; Sakkari elimina Gauff

Swiatek vai disputar sua terceira semifinal em 2022, busca alcançar a primeira final. Ela encara nesta sexta-feira (25) a #6 Maria Sakkari, que vem de vitória sobre a #23 Cori Gauff. A grega venceu os três confrontos entre elas até hoje.

Ostapenko segue 'on fire'

Com a confiança em alta, a #13 Jelena Ostapenko não tomou conhecimento da #9 Garbiñe Muguruza. Vindo de título em Dubai, a letã venceu a nona partida seguida com duplo 6/2, em 1h07. Esta foi a segunda vitória de Ostapenko em cinco confrontos diante da ex-número 1 do mundo.

Muguruza foi a sexta campeã de Slam que Ostapenko bateu nesta sequência - as outras foram Kenin, Swiatek, Kvitova, Halep e Krejcikova. A letã esteve inabalável na partida e não deu chances para a ex-número 1 do mundo - foram 31 winners, contra apenas cinco da espanhola, que só venceu 3/18 pontos com o segundo serviço.

Caso vença o título do Qatar Total Open, Ostapenko garante o retorno ao top 10 da WTA. Por uma vaga à final, ela encara a #7 Anett Kontaveit, que vem de oito vitórias em sequência, a última contra a #10 Ons Jabeur. A estoniana lidera o confronto direto com quatro triunfos em cinco encontros contra a letã. 

VAVEL Logo