Unión Magdalena: Primeiro clube colombiano a usar dinheiro do narcotráfico
Foto: Divulgação Unión Magdalena

O auge do futebol na Colômbia foi nos anos 90, quando as grandes equipes do país eram patrocinadas com o dinheiro do narcotráfico. Tanto que em 1989, o Atletico Nacional conseguiu ganhar a Libertadores, tendo por trás o mais famoso traficante colombiano, Pablo Escobar. Porém, tudo isso começou no final dos anos 70, já que o Unión Magdalena foi o primeiro clube a receber dinheiro vindo do narcotráfico.

Na época, o El Ciclón Bananero passava por grandes dificuldades financeiras, até que, quando estava à beira da falência, os irmãos Davila Armenta, poderosos traficantes de maconha, salvaram o clube com o dinheiro do narcotráfico, colocando inclusive o Unión Magdalena na disputa do título nacional em 1979. Antes de precisar dessa ajuda, o time da cidade de Santa Marta, que fica ao norte da Colômbia, havia tido temporadas de sucesso no final dos anos 60, quando conquistou o Campeonato Colombiano de 1968 e participou de sua primeira e única Libertadores, em 1969. Até hoje, o El Ciclón é o único clube da Región Caribe a disputar uma Libertadores.

Apesar de ter salvo o clube de Santa Marta, este episódio abriu as portas para que outros narcotraficantes patrocinassem seus clubes do coração. Além do Unión Magdalena, várias equipes foram patrocinadas. Entre elas estão o Atlético Nacional durante os anos 80 e 90; o Santa Fé, que em 1989 foi comprada por Fernando Carrillo Vallejo e passado para outros três traficantes; América de Cali, comprado pelo maior rival de Pablo Escobar, Miguel Rodriguez Orejuela; Millonarios, que seu dono Gonzalo Rodríguez Gacha, sócio de Escobar, assassinou um dirigente do clube para comprar a equipe; e por fim, o Independiente Medellín, que teve Hector Mesa, do cartel de Medellín, sendo seu maior acionista nos anos 80.

Além dessas, outros clubes foram patrocinados por traficantes de reconhecimento menor, mas todas as grandes equipes do futebol colombiano tiveram seus momentos sombrios.

Atualmente, o clube de Santa Marta disputa a segunda divisão da Colômbia (Primera B). A temporada não foi muito boa ao El Ciclón, terminando na 13ª posição e ficando longe de se classificar aos playoffs para voltar à elite do futebol colombiano. Após a primeira queda de divisão, em 1999, o Unión Magdalena não conseguiu ter a mesma força de antes, passando a ser figurante nas divisões inferiores.

VAVEL Logo