Barcelona recebe Villarreal buscando se manter na briga pelo título espanhol

Muita coisa está em jogo no duelo entre Barcelona e Villarreal, que começa às 13h30 (de Brasília) deste sábado (6), pela 36ª e antepenúltima rodada do Campeonato Espanhol. No Camp Nou, o time do trio MSN entra em campo para se manter vivo na luta pelo título da liga. Do outro lado, o Submarino Amarelo tem chance de se desgarrar na disputa por uma das vagas na Uefa Europa League da próxima temporada.

Com 81 pontos, os comandados de Luis Enrique brigam pela liderança com o Real Madrid - que tem o mesmo número de pontos mas uma partida a mais para jogar até o fim da competição. A equipe merengue, nesta jornada, visita o já rebaixado Granada logo após o fim do confronto na Catalunha - 15h45. Portanto, uma vitória ajudaria a pressionar os blancos, mas uma derrota ou empate praticamente excluiria as chances de o clube blaugrana erguer o terceiro caneco nacional consecutivo.

O Villarreal soma 63 pontos e é 5º colocado. O time treinado por Fran Escribá vislumbra dois objetivos na reta final do campeonato: pode até buscar uma vaga na Champions League, visto que tem seis pontos a menos que o Sevilla, atualmente dono do 4º posto e que já jogou na rodada. Desta forma, se vencer no Camp Nou, o Villarreal ficaria a três pontos dos nerviones a duas rodadas do encerramento. A luta mais realística, porém, é por um lugar na Europa League da próxima temporada. Os concorrentes pelas duas vagas são Athletic Bilbao e Real Sociedad - ambos tem 62 pontos.

Sem novos desfalques, Barça não deve ter rotações

Com a diminuição do número de jogos na reta final da temporada devido a eliminação na Champions League, o Barcelona passa a sofrer menos com os problemas de lesões que atormentaram Luis Enrique durante os últimos meses. Na partida contra o Espanyol, Iniesta foi desfalque, mas agora retorna normalmente. Não há nenhum atleta suspenso. As baixas são os jogadores machucados há mais tempo: Aleix Vidal, Rafinha e Mathieu.

Na entrevista coletiva pré-jogo, Luis Enrique destacou a dificuldade de enfrentar o Villarreal, equipe que costuma dificultar para os gigantes e que tem a segunda defesa menos vazada da liga. ''A partida mais dificíl que temos é esta. Eles formam uma equipe que apresenta muita dificuldades pelo forte sistema defensivo que possuem, e se posicionam muito bem. Mesmo assim, conseguem gerar transições perigosas. Se trata de um dos rivais mais complicados do campeonato'', disse o treinador blaugrana.

Trio MSN, além de Jordi Alba, tem presença confirmada (Foto: Miguel Ruiz/FCB)

Como não poderia deixar de ser, o grande trunfo dos catalães para continuarem vivos na briga pelo tricampeonato é o trio de ataque. O Submarino é simplesmente a maior vítima de Neymar desde que o brasileiro chegou ao clube, em 2013: seis gols marcados. Ao lado do camisa 11, estarão os dois artilheiros isolados da competição espanhola: Luis Suárez, que anotou 26 tentos, e Lionel Messi, que foi às redes em 33 oportunidades, liderando inclusive a Chuteira de Ouro da temporada.

Sem rotações, o Barça deve ir a campo com Ter Stegen; Sergi Roberto, Piqué, Umtiti e Jordi Alba; Busquets, Rakitic e Iniesta; Messi, Suárez e Neymar.

Bruno é ausência importante no Villarreal

Se do lado do Barcelona os desfalques são pouquíssimos, do lado oposto a história é bem parecida - pero no mucho. Somente quatro peças do elenco do Villarreal estão de fora do duelo na Catalunha. O goleiro Asenjo, o zagueiro Victor Ruíz e o meia Cheryshev já estão afastados há um bom tempo. Porém, o capitão do time e cabeça pensante do meio-campo Bruno Soriano não foi relacionado. Na véspera da viagem, o técnico Fran Escribá ressaltou a importância de encarar os azul-grenás de frente.

''Nossa ideia precisa ser jogar para ganhar, com nossas ferramentas e armas. É de fato entrar em campo visando a vitória, como fizemos contra o Atlético de Madrid e como temos feito em geral contras as grandes equipes na atual temporada'', disse o comandante. Ele ainda comentou a respeito da situação do zagueiro Álvaro, que passou a semana sob cuidados, mas deve atuar porque viajou com a delegação: ''Vamos ver como ele se encontra no sábado, mas deve jogar. Em Barcelona faremos o corte necessário dentre os 19 relacionados''.

A escalação do Submariano Amarelo tende a ter Andrés Fernández; Mario Gaspar, Álvaro, Musacchio e Jaume Costa; Jonathan dos Santos, Trigueros, Rodrigo e Castillejo; Roberto Soriano (Sansone) e Bakambu.

VAVEL Logo