Maiores campeãs da categoria, Espanha e Itália duelam por supremacia da Euro Sub-21

O Krakow Stadium, sediado em Cracóvia, receberá as 16h desta terça-feira (27) as futuras estrelas de duas grandes potências mundiais. Espanha e Itália decidirão quem avança para a grande decisão da UEFA Euro Sub-21. As tradicionais seleções protagonizam uma semifinal com jeitinho de final, tendo em vista que são as maiores vencedoras da categoria.

Com cinco conquistas, a Itália chegou à Polônia com o objetivo claro de acabar com uma seca que já dura 13 anos. A última conquista da Azzurra foi no ano de 2004, liderada por De Rossi Gilardino. A Espanha, tetracampeã, ergueu o troféu pela última vez em 2013, batendo justamente os italianos na final. Naquela edição, a Fúria tinha em seu grupo de jogadores algumas grandes promessas, que atualmente brilham no futebol mundial: Isco, Morata e Thiago Alcântara, por exemplo.

O retrospecto entre as seleções mostra um enorme equilíbrio no duelo: nos oito confrontos anteriores, três vitórias para cada lado e dois empates. O último jogo oficial entre as equipes foi justamente a decisão da Euro 2013, onde a Espanha saiu vitoriosa por 4 a 2. Considerando amistosos, o embate mais recente foi em março deste ano, também com vitória espanhola, desta vez por 2 a 1.

A Fúria chega à semifinal com campanha invicta. A líder do grupo B somou três vitórias em três jogos disputados, anotando nove gols e sofrendo apenas um. Em seu grande teste durante a fase de grupos, os espanhóis bateram a boa seleção de Portugal por 3 a 1. O grande destaque da equipe espanhola é o atacante madridista Marco Asensio, com três tentos.

Asensio é artilheiro da Fúria na competição (FOTO: Andrew Surma/NurPhoto via Getty Images)

O atacante de 21 anos lidera a disputa pela Bota de Ouro, dada ao artilheiro da competição. Seu principal rival pelo prêmio é o lusitano Bruma, que também soma três gols. Todavia, a seleção de Portugal já está eliminada. Asensio terá, na semifinal, a oportunidade de disparar na liderança dos marcadores da UEFA Euro Sub-21. 

A Azzurra se classificou em primeiro no grupo C, com seis pontos somados. Foram duas vitórias - 2 a 0 na estreia contra a Dinamarca e 1 a 0 contra a Alemanha - e uma derrota, diante da República Tcheca. Um dos grandes nomes desta geração italiana é o jovem arqueiro Gianluigi Donnarumma, estrela milanista de apenas 18 anos.

Apesar da campanha sem muito brilho, a Itália chega confiante à semifinal, apostando principalmente em sua força coletiva. Para o meio-campista Lorenzo Pellegrini, o grupo é muito unido e almeja grandes coisas: "Ganhar é sempre bom, mas fazê-lo com esse grupo de jogadores seria excepcional. Acredito ser possível perceber que, a cada jogo que disputamos, parecemos cada vez mais uma família."

Apesar da pouca idade, Donnarumma é visto como sucessor de Buffon (FOTO: Nils Petter Nilsson/Getty Images)

Quem vencer neste grande duelo entre Espanha e Itália terá pela frente, na decisão, outro adversário duríssimo. Na outra chave, Inglaterra e Alemanha duelam por uma vaga na decisão.

VAVEL Logo