Após placar elástico, Zidane exalta gols marcados e não sofridos pelo Real Madrid

Em vitória por 5 a 3 contra o Real Bétis, Real Madrid sofre, mas se recupera e mostra poder de reação; vice-artilheiro do time, Marco Asensio abriu o placar com gol de número 6.000 da equipe merengue na La Liga

Após placar elástico, Zidane exalta gols marcados e não sofridos pelo Real Madrid
Foto: Divulgação/La Liga

Após vencer o Paris Saint-Germain no Santiago Bernabéu pelas oitavas de final da Champions League, o Real Madrid voltou à campo este domingo (18) pelo campeonato espanhol enfrentando o Real Bétis, no Estádio Benito Villamarín, e garantindo uma vitória suada por 5 a 3. Apesar de se colocar à frente no placar aos 11 minutos, a equipe madridista viu a possibilidade de triunfo quase escapar com uma virada rápida do time de casa, antes de recuperar as rédeas do confronto e conquistar os três pontos ao fim dos 90 minutos.

Com gols de Marco Asensio, Sergio Ramos, Cristiano Ronaldo e Karim Benzema, o Madrid que chegou a Sevilla com um time modificado emplacou a segunda vitória seguida na Liga, em uma rodada na qual nenhum de seus adversários diretos na tabela — Barcelona, Atlético de Madrid, Valencia e Sevilla — tropeçou. 

Insatisfeito com a atuação do time no primeiro tempo, o técnico merengue Zinedine Zidane fez mistério sobre a conversa com os jogadores no intervalo, mas admitiu que era preciso fazer mudanças: "As coisas ficam no vestiário, mas falei com eles sim para melhorar algumas coisas. Eles também queriam entregar mais. No final da primeira parte não estivemos bem e na segunda parte mudamos isso," disse o treinador.

Zidane ainda ressaltou a união do elenco e elogiou a capacidade de reação de seus jogadores: "Temos caráter e sabíamos que podíamos mudar o jogo, mas sempre juntos. Correr um pelo outro e assim será difícil para os nossos rivais. Vamos descansar e jogar na quarta-feira. Precisamos estar contentes. É necessário parabenizá-los, que no final das contas são os que jogam. 23 gols em cinco rodadas, temos que parabenizar nossos jogadores," destacou o treinador. 

Além da auto-crítica, Zidane direcionou elogios ao rival Real Bétis: "É um campo muito complicado. No final conseguimos um bom resultado. Não sei o que nos aconteceu depois do gol, recuamos e aí não ficamos confortáveis. Na segunda etapa corremos e pressionamos, e se jogamos assim colocamos eles em dificuldade," disse. "Assim é o futebol. Foi uma partida lá e cá, um pouco louca, mas me agrada. Também existe um rival, o Bétis, que está em um momento fantástico e joga muito bem. Estou feliz ao final, não fico com os três gols sofridos, e sim com os cinco gols marcados".

Sobre duas das novidades para a partida de hoje, Marco Asensio e Lucas Vázquez, Zidane exaltou a contribuição dos jogadores. "Valorizo a partida do Marco (Asensio), seus dois gols e participação no jogo. Mas, como sempre, valorizo o trabalho de todos. Valorizo Asensio e também o que fez Lucas Vázquez na outra ponta," disse o treinador.

"Não é que eles (Asensio e Lucas) mereçam mais a partir de agora, merecem desde sempre. Quando é necessário fazer o trabalho sujo, o fazem e ainda mais com personalidade. Os dois estão indo muito bem. Acredito que é um trabalho de todos, mas jogando dessa maneira, com um rival que pode te colocar em dificuldades, acredito que o trabalho do Lucas e do Marco foram muito importante hoje." 

Asensio, destaque da partida com dois gols, também falou com a imprensa, principalmente sobre a dinâmica do Real Madrid: "Estamos contentes pelo time e pela vitória, estamos em uma boa dinâmica. Sabemos que é um campo muito complicado, e fizemos um grande trabalho," disse o vice-artilheiro merengue. "O Bétis joga bom futebol. Nós começamos bem, eles apertaram, encontraram espaços, conversamos no vestiário e o plano do intervalo saiu bem."

O jogador ainda declarou estar feliz com o doblete marcado e pronto para contribuir quando necessário. "Trabalhamos para isso. As coisas estão dando um pouco mais certo para nós todos, estamos em uma dinâmica boa e precisamos que seguir trabalhando," complementou. "Durante toda a temporada estive bem, tenho que seguir assim e pensar na quarta-feira. Ter essa continuidade faz bem aos jogadores, você tem mais confiança e ficamos felizes com a que ele (Zidane) nos está dando agora". 

Quem também comentou a vitória foi o meia Matteo Kovacic, que foi escalado para ajudar a suprir a ausência de Toni Kroos, lesionado: "Muito importantes os três pontos, relaxamos um pouco e o único ponto negativo foi sofrer os três gols, precisamos corrigir isso," disse o croata. "Quando todos nós trabalhos, se nota, estamos conectados. Temos um elenco muito bom, o time fez um bom jogo."

Pela próxima rodada do campeonato espanhol, na quarta-feira (21), o Real Madrid enfrenta novamente o Leganés, time que o eliminou da Copa del Rey, no Estadio Municipal de Butarque