Tottenham neutraliza City e larga na frente por vaga nas semis da Champions League
Foto:Divulgação/Tottenham Hotspur FC

Tottenham neutraliza City e larga na frente por vaga nas semis da Champions League

Com pênalti defendido por Lloris e gol de Son na reta final da partida, os Spurs tiveram uma noite de sonhos no primeiro jogo europeu de seu novo estádio

wesley-silva
Wesley Silvali

Recebendo o Manchester City no novíssimo Tottenham Hotspur Stadium pelas quartas de finais da Champions League, o Tottenham teve uma noite de festa. Com direito a defesa de pênalti do ídolo Lloris e gol na reta final da partida feito pelo coreano Son, os Spurs venceram o time de Guardiola e se colocaram em vantagem para avançar ás semifinais da maior competição do planeta.

No esperado confronto inglês, de duas equipes elogiadas pelas formas que seus treinadores conseguiram fazê-las desempenhar através do tempo, as emoções começaram cedo em Londres. Aos 12 minutos, depois de auxílio do VAR, o habitualmente ofensivo City mostraria outra vez não se incomodar com a pressão da arquibancada rival e logo ganharia a chance de abrir o placar com a oportunidade de bater um pênalti. Artilheiro, o argentino Aguero foi para bola e se viu parado por Lloris, que fez duas coisas: grande defesa e, por tabela, o estádio estremecer.

Dez minutos depois, a resposta, e de novo com um fazedor de gol nato desperdiçando. Completamente livre, Kane acabaria batendo cruzado, dando lugar a outra defesa gigantesca, dessa vez de Ederson. Á partir disso, o jogo ficou travado. Com oportunidades despretensiosas e sem dar trabalho para os aparentemente inspirados goleiros.

A monotonia acabaria na volta do intervalo. No primeiro ataque do Manchester City da segunda etapa, Sterling faria  Lloris voltar a ser aplaudido de pé pelo torcedor do Tottenham. Três minutos depois, Son, pelo Tottenham, responderia. E adivinha? Defesa de Enderson. Passado o retorno frenético dos times para a partida, uma nuance de tensão tomou conta. Principal jogador do clube londrino, Kane foi substituído devido a uma lesão que se mostra, á princípio, grave.

O jogo voltou a ficar morno. Com alguns ataques, mas nenhum perigoso o bastante para levantar as respectivas torcidas. Quando tudo parecia levar para um 0 a 0 burocrático, o coreano Son voltou a brilhar e fez o segundo gol em dois jogos no novo estádio do Tottenham. O asiático aproveitou linda assistência de Eriksen, limpou Delph, e fuzilou Enderson, que dessa vez não pôde fazer nada. Seria o gol da vitória dos comandados de Pochettino. Ineficiente, o City tentou uma pressão final, mas sem sucesso.

Marcada para o próximo dia 17, a volta terá o Tottenham jogando pelo empate ou por derrotas de um gol de diferença, desde que ele marque, (ex: 2a1, 3a2, etc). Para passar, o Manchester City precisará de dois gols de vantagem. Caso houver repetição de placar, mas com vencedor diferente, definição acontecerá na prorrogação, e se necessário, pênaltis. 

VAVEL Logo