Empolgados, Milan e Atalanta fazem um dos jogos mais
interessantes da rodada no Italiano
Foto: Divulgação / AC Milan

"Sextou" no Calcio com duas equipes em ótima forma. Nesta sexta-feira (24), o Milan recebe a Atalanta no San Siro, às 16h45, pela 36a rodada do Campeonato Italiano. Atualmente, os rossoneri estão em 6° na tabela com 59 pontos; já La Dea é vice-líder com 74, e segue com possibilidade de título.

No histórico do confronto, os mandantes levam vantagem: foram 59 vitórias do Milan, 26 da Atalanta e 43 empates em 128 partidas. A situação não muda quando o assunto é gols marcados: foram 212 gols do Milan, uma média de 1,66 gol/jogo, contra 128 da Atalanta, uma média cravada de 1 gol/jogo. O último jogo, contudo, mostra bem como a situação dos clubes se inverteu nas últimas temporadas: 5 a 0 tranquilo para a Atalanta.

De contrato renovado, Pioli lidera o Milan à beira do gramado

Apesar da ótima sequência de nove jogos sem derrota na Serie A, a notícia da extensão do contrato de Stefano Pioli foi recebida com surpresa. Críticas à parte em relação à decisão "causada pela euforia", desde a volta do futebol na Itália o Diavolo ainda não perdeu sob o comando do treinador. Os gols, antes artigos tão raros, se tornaram uma constante no time de Zlatan Ibrahimović, Hakan Çalhanoğlu, Ante Rebić e cia. O craque sueco foi o responsável pelos últimos dois, os tentos da vitória por 2 a 1 na última rodada, contra o Sassuolo fora de casa. Caso vença as últimas três partidas, o Milan igualará os 68 pontos da temporada passada, a maior pontuação que os rossoneri atingiram desde a temporada 2013/14.

Os méritos do time de Milão não passam apenas pelos atacantes. Desde que chegou na janela do início do ano, o dinamarquês Simon Kjær se firmou como um dos pilares da defesa ao lado de Alessio Romagnoli e do goleiro Gianluigi Donnarumma.

Em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (23), Pioli demonstrou confiança para encarar um adversário que vem dando trabalho.

"Eu não acredito que precisamos olhar para nenhuma estatística em particular (a Atalanta não sai derrotada do San Siro desde 2014) para nos motivarmos. Sabemos bem da dificuldade dessa partida, da força da rival e dos seus números excelentes. Mas também é verdade que somos o Milan, uma grande equipe, estamos vivendo um ótimo momento e queremos continuar assim", afirmou o técnico rossoneri.

Provável escalação: Donnarumma; Calabria, Kjær, Gabbia e Laxalt; Kessié e Biglia; Saelemaekers, Çalhanoğlu e Rebić; Ibrahimović.

A briga pelo Scudetto se tornou real para a Atalanta, ainda que as probabilidades joguem contra

Não tem como falar de como chega a Atalanta para esse jogo sem mencionar a derrota da Juventus em válido pela 35a rodada na quinta-feira. Caso saísse com os três pontos de Údine, a Juve teria se sagrado campeã. Porém, a Udinese tratou de manter a disputa em aberto pelo menos por enquanto. Os comandados de Gian Piero Gasperini podem diminuir a diferença para a Juventus (80 pontos) para 4 pontos; mas para isso a Atalanta precisa vencer o Milan e torcer por mais um tropeço do time de Cristiano Ronaldo. O confronto contra o Milan será mais um jogo para vencer, caso seja preciso, pelo placar mínimo. Assim como foi na última rodada contra o Bologna.

Independente do resultado contra o adversário desta rodada, a verdade é que o objetivo da Atalanta já foi alcançado no campeonato. Garantida na próxima Champions League, agora o time tenta (mais uma vez) surpreender.

Também em coletiva nesta quinta-feira, Gasperini elogiou à forma recente do Milan.

"Nós vamos encarar um Milan que, assim como a gente, é um dos times que mais conquistaram pontos desde a volta do futebol. Será uma partida muito empolgante, importante para os dois times na tabela. Talvez eles sejam o adversário mais complicado de se enfrentar no momento" revelou o treinador de 62 anos.

Provável escalação: Gollini; Tolói, Caldara e Sutalo; Hateboer, De Roon, Freuler e Gosens; "Papú" Gómez; Pašalić e Muriel.

VAVEL Logo