Betis empata no fim com Rayo Vallecano e está na final da Copa do Rei
Divulgação / Real Betis 

O Real Bétis conseguiu uma classificação heroica para a final da Copa do Rei 2022. O time Verdiblanco empatou por 1 a 1 nos acréscimos contra o Rayo Vallecano com gol de Borja Iglesias, já que precisava somente do empate por ter vencido o jogo de ida. Com o resultado, o time de Sevilla enfrenta o Valência, que eliminou o Athlétic Bilbao nesta quarta-feira (2). Os gols da partida foram marcados por Bebé, com um golaço de falta, e Borja para o Bétis, todos no segundo tempo.

  • Primeiro tempo morno

A partida começou mais equilibrada, só que com o Betis mais presente no campo de ataque do Rayo. A primeira chance veio logo aos cinco minutos: em cruzamento de Sabaly, Juanmi subiu mais que todo mundo e o goleiro Zidane defendeu em dois tempos. Um minuto depois quase que o arqueiro dos donos da casa iria se complicando em cobrança de escanteio, ele subiu junto com o Pezella que cabeceou primeiro.

Depois da pressão inicial do time Verdiblanco, o jogo ficou mais estudado e as equipes ficaram mais cautelosas, com isso o jogo ficou morno, mesmo assim era o Betis que comandava as ações. Em um cruzamento pela esquerda, o brasileiro William José aproveitou e pegou de primeira, só que já estava marcado o impedimento. O time da casa ainda teve uma chance pela esquerda, Alex Moreno invadiu a área e tentou cruzar rasteiro só que o goleiro interceptou, com isso terminando zerado a primeira etapa.

  • Bebé marca um golaço de falta, mas Borja salva o Betis nos acréscimos

A segunda etapa foi bem diferente da primeira,  com o Rayo disposto a complicar a vida do Betis já que o resultado não o interessava, mas esbarrava na pouca qualidade. O Bétis administrava o placar e jogava nos contra ataques,   com isso tivemos poucas chances nesse começo de segundo tempo.

Com a pressa pelo gol, a partida só começou a melhorar a partir dos 30 minutos e foi quando o Bebé fez uma pintura de encher os olhos. Em falta cobrada pela intermediária e frontal a meta, o jogador português cobrou com perfeição, a bola fez uma parábola e entrou no canto da trave,  o goleiro Zidane só saiu na foto.

A partir do gol que levava a partida para a prorrogação  o Betis resolveu acordar e quase a classificação saía nos pés de Ferkir, pela direita ele chutou, o goleiro não segurou e Ivan Balliou tirou a bola em cima da linha. E quando tudo se encaminhava para o final do tempo normal, Borja salvou a equipe Verdiblanca, a jogada começou com o Joaquim, ele fez um passe primoroso para Canales que tocou na saida do goleiro e antes que a bola entrasse, Borja Iglesias tratou de fechar o caixão do Rayo.

Muita festa dos torcedores e dos jogadores após o apito final, um prêmio já que a torcida  esperou 17 anos para chegar a final da Copa do Rei.

VAVEL Logo