Técnico do Borussia Dortmund, Peter Bosz liga sinal amarelo para atuações do time

Com o resultado, aurinegos somam apenas um ponto nos últimos quatro jogos da Bundesliga; Essa é a sua pior performance desde a primeira metade da temporada 2014/15

Técnico do Borussia Dortmund, Peter Bosz liga sinal amarelo para atuações do time
Foto: Divulgação / Anadolu Agency / Getty Images

A 11ª primeira rodada foi decisiva para a liderança da Bundesliga. Marcada pelo Der Klassiker, o Bayern de Munique conseguiu vencer o Borussia Dortmund por 3 a 1, dentro do Signal Iduna Park.

O resultado mostra a má fase dos aurinegros no Campeonato Alemão. O time não ganhou os últimos quatro jogos na liga nacional. Como consequência, caiu para a terceira posição com 20 pontos, empatado com o Schalke 04. Para piorar a situação, essa derrota casou a perda da liderança para o rival, Bayern – que soma seis pontos de vantagem.

Com o avançar da temporada, o Borussia Dortmund está conseguindo a sua pior sequência desde a primeira metade da temporada 2014/15, que terminou em sétimo lugar. Na partida deste sábado (04), teve até mais chances ao gol: 15 contra dez do adversário. Contudo, o time não está conseguido ser eficaz na suas finalizações.

“Tivemos algumas oportunidades claras para nivelar a pontuação em 1 a 1 ou voltar para o jogo em 2 a 1. No segundo gol fomos muito infelizes. Se tivéssemos aproveitado a chance de voltar atrás depois do intervalo, então estaríamos de volta ao jogo com os torcedores atrás de nós. Simplesmente são alguns lances onde as chances não vão para você. Nesses momentos, precisamos mostrar solidariedade e ficar juntos como time ", esclareceu Gonzalo Castro.

O Bayern era claramente superior, especialmente no primeiro tempo. Dessa forma, o técnico Peter Bosz explica que os aurinegros estavam a um passo à frente: "Nós não jogamos como uma equipe de topo hoje. Nossa intenção era de sermos muito compacto, mas não funcionou. No segundo período, começamos a jogar e então ficou uma partida adequada. É disso que somos capazes. O problema é que demos ao Bayern muito espaço dentro da área e isso não pode ser permitido”, disse.

Bosz ainda lembra que o caminho é longo e que não pode desmerecer o bom início do Borussia. “Minha equipe mostrou no início da temporada que podemos jogar um bom futebol, como fizemos na etapa final. Houve um momento durante o jogo em que pensei, enquanto estava sentada no banco, que Christian Pulisic era nosso homem da partida. Junto com os torcedores. Eles ainda estavam nos apoiando quando estávamos perdendo por 3 a 0. Isso é bastante incrível. Como sempre o fazem, nos deram um maravilhoso apoio hoje", frisou