De Bruyne faz pintura, City tem outra boa atuação e quebra sequência positiva do Leicester

Belga acerta lindo chute de fora da área e sela mais uma vitória dos Citizens na temporada; Foxes não perdiam há seis jogos

De Bruyne faz pintura, City tem outra boa atuação e quebra sequência positiva do Leicester
De Bruyne recebe os cumprimentos dos companheiros após fazer o 2 a 0 (Foto: Victoria Haydn/Getty Images)
Leicester City
0 2
Manchester City

O Manchester City segue imbatível na Premier League. Neste sábado (28), os Citizens venceram o Leicester City, que não perdia há seis jogos, por 2 a 0, no King Power Stadium, em partida válida pela 12ª rodada da liga. O atacante Gabriel Jesus fez o primeiro, enquanto o meio-campista Kevin De Bruyne acertou um foguete de fora da área, no segundo tempo, para fechar o placar.

Com o resultado, o City continua invicto na temporada e se mantém na liderança da Premier League. Os comandados de Pep Guardiola chegam a 34 pontos, 11 a mais que o vice-líder e rival, Manchester United, que enfrenta o Newcastle no último jogo do campeonato deste sábado. Já o Leicester aparece na 11ª colocação, com 13 pontos.

Na próxima rodada, o City enfrentará o Huddersfield Town, fora de casa, no domingo (26), às 14h. Antes, porém, os Citizens têm compromisso contra o Feyenoord, em casa, pela quinta rodada da Uefa Champions League. O Leicester, por sua vez, visitará o West Ham, na próxima sexta-feira (24), às 18h, pela 13ª rodada da Premier League.

Jogada magistral dá vantagem ao City

Jesus faz dancinha após abrir o placar para o City (Foto: Michael Regan/Getty Images)
Jesus faz dancinha após abrir o placar para o City (Foto: Michael Regan/Getty Images)

O City dominava a posse de bola e, quando conseguia romper a linha de meio-campistas do Leicester, chegava com perigo pelos lados. Sané e Sterling, dois jogadores de muita velocidade, incomodavam a defesa dos Foxes. Já os donos da casa tentavam surpreender os Citizens com contra-ataques.

A primeira grande chance da partida saiu aos 20 minutos. Sané escorou, e David Silva chegou batendo, obrigando Schmeichel a espalmar para fora. Aos 28 minutos, Pep Guardiola foi obrigado a mexer em seu time, uma vez que o zagueiro Stones sentiu a parte posterior da coxa direita e foi substituído por Mangala.

Quando todos pensaram que o jogo iria ao intervalo sem gols, o Manchester City construiu uma linda jogada na intermediária e abriu o placar. Sterling tabelou com De Bruyne, percebeu a infiltração de David Silva às costas de Simpson, o espanhol recebeu e passou a Gabriel Jesus, sem goleiro, estufar as redes.

Segundo tempo animado

De Bruyne comemora seu gol (Foto: Plumb Images/Leicester City FC)
De Bruyne comemora seu gol (Foto: Plumb Images/Leicester City FC)

A segunda etapa começou a todo vapor. O Leicester impôs um pequena pressão em cima do City. Maguire até carimbou a trave esquerda da meta do goleiro Ederson. Porém, a equipe de Guardiola é fatal que o adversário lhe concede espaço, e foi justamente isso que aconteceu quando os Foxes estavam no ataque.

Fernandinho acionou De Bruyne em ligação direita, o belga abriu o jogo com Sané na ponta esquerda, e o alemão devolveu ao meio-campista: ajeitada para a perna esquerda e um tiro no ângulo direito, indefensável para Schmeichel. Logo depois, Gabriel Jesus quase deixou sua marca, mas não conseguiu pegar bem a bola cruzada por Walker.

Perdendo por 2 a 0, o Leicester não criou mais chances de gol, enquanto o City quase fez o terceiro com David Silva. Sané tabelou com Gabriel Jesus, avançou em diagonal e encontrou o meio-campista fechando na área, mas sua finalização saiu por cima da meta.

Nos últimos minutos do segundo tempo, o City dominou a posse de bola e garantiu mais uma vitória na Premier League.