Apesar de derrota, Jair Ventura parabeniza time misto e projeta duelo na Libertadores
(Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)

O Botafogo foi a São Paulo neste domingo (2), mas precisamente à Itaquera, enfrentar o líder do Campeonato Brasileiro, o Corinthians. Apesar da ótima atuação de Gatito, o Glorioso saiu derrotado por 1 a 0. fez para o Alvinegro paulista.

Após a partida, o técnico Jair Ventura falou com a imprensa. Jair destacou o motivo de ter entrado com um time considerado misto, pelo fato de ter a CONMEBOL Bridgestone Libertadores na próxima quinta-feira (6).

“Eu não queria correr o risco de perder nomes que são muito importantes para o time. Vimos os indicadores e conversei muito com a nossa fisiologia. Poupamos os que tinham o risco de ter alguma lesão. Perder nunca é bom, principalmente sendo três derrotas. Mas o jogo contra o Atlético-MG ainda não acabou. Estamos em três torneios. Trabalhamos demais para estarmos nessas três competições. Poucas equipes estão em todas como o Botafogo. Então ainda dá para virar o jogo em todas elas, porque temos chances em todas ainda. As três derrotas incomodam pela nossa competitividade, nossa equipe é muito competitiva, mas acho que viram coisas boas pela frente”, disse.

Jair falou também sobre o jogo. Além de parabenizar o rival e exaltar sua força dentro da Arena Corinthians, o técnico exaltou seus jogadores após a derrota.

“O jogo foi mais ou menos no primeiro tempo para os dois times. Lógico que o Corinthians teve mais a posse de bola. No segundo tempo, o Corinthians foi muito superior, aqui dentro ele é muito forte, foi melhor e acabou merecendo a vitória, apesar de o gol ter sido na marra, no bate-rebate, mas isso é coisa de futebol. Não é o líder à toa. Parabéns para eles pela vitória. Agora vamos virar a chave pois temos a Libertadores. Estamos de parabéns. Mesmo com tantos jovens e tantas ausências, fomos valentes e lutamos. Não merecemos a vitória, longe disso. O Corinthians foi superior, principalmente no segundo tempo, foi merecedor da vitória”, afirmou.

O técnico deu sequência falando sobre a estreia do meia Marcos Vinicius e elogiou bastante o atleta. Jair ainda comentou sobre Matheus Fernandes, que pode voltar na quinta-feira (6).

“Estava muito tempo sem jogar, mas precisamos dele. Falhou em uma bola quando entrou, mas depois deu dois ou três bons passes. Vai agregar. Ele requer ainda um tempo para ganhar ritmo de jogo, mas vejo ele com um potencial muito grande para ajudar o Botafogo. Sobre o Matheus, espero que volte”, completou.

Por fim, Jair falou sobre o confronto de ida das oitavas de final da Libertadores contra o Nacional-URU, na próxima quinta (6), no Parque Central. Jair espera um jogo complicado no Uruguai.

“Não dá para treinar, não dá para fazer nada. A gente já viaja terça-feira de novo. Tem que descansar e colocar a perna deles para o alto. O trabalho da fisiologia será importantíssimo para recuperarmos. Conseguimos poupar alguns jogadores. Poupamos cinco atletas para conseguirmos fazer um grande jogo contra o Nacional-URU, que será uma partida muito difícil”, finalizou. 

VAVEL Logo