Grêmio bate Godoy Cruz e quebra jejum de 15 anos sem vencer na Argentina para ter vantagem nas oitavas
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O Grêmio venceu o Godoy Cruz pelo placar de 1 a 0, na noite desta terça-feira (4) em Mendoza, na Argentina, pelo duelo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América. Ramiro anotou o único gol do confronto.

Com essa vitória, o Tricolor quebrou um jejum de 15 anos sem vencer em solo argentino, e agora pode até empatar o duelo de volta, em Porto Alegre, para avançar às quartas de final.

Tricolor chegou ao gol logo no inicio

Logo aos 46 segundos de jogo o Grêmio abriu o placar. Com jogada que começou com lançamento do argentino Kannemann, Lucas Barrios tocou, a bola sobrou para Pedro Rocha, que cruzou, Ramiro apareceu livre na cara do gol e só teve o trabalho de mandar pra dentro.

O Grêmio continuou mostrando que foi a Argentina para ir para cima do Godoy Cruz. O time gaúcho tocava passes, chegando próximo a área do adversário.

Aos 5 minutos, o Godoy Cruz esboçou uma pressão em cima do Grêmio. Os argentinos tiveram três oportunidades de finalização numa mesma jogada.

Aos 9’, o time argentino conseguiu jogada e fez cruzamento pela direita, mas a bola parou direto nas mãos de Marcelo Grohe. Nessa altura do jogo, o Godoy já encontrava mais espaço para jogar, mas esbarrava na defesa tricolor.

Abecasis levou cartão amarelo aos 13’ minutos de jogo, por falta em Cortez. Na cobrança, Kannemann tentou reproduzir a jogada que originou o gol tricolor, lançando a bola em Lucas Barrios, mas a zaga adversária afastou.

Na sequencia, o Godoy Cruz tentou nova pressão com Correa. Após, Angél Gonzáles foi lançado na área, mas caiu e acabou recebendo cartão amarelo por simulação.

Aos 19’ Pedro Rocha sofreu falta perto da área, pela direita do campo de ataque. A jogada resultou em cartão amarelo para Henriquez, que havia entrado de carrinho no atacante gremista. Na cobrança estavam Edilson e Luan. O lateral gremista mandou uma bomba, o goleiro Rey tocou na bola, que explodiu no travessão e foi para fora.

Passado a metade do primeiro tempo, o Grêmio continuava pressionando. Pedro Rocha fez bela jogada pela esquerda e foi derrubado na área, a jogada teve seguimento com Lucas Barrios, mas a zaga do Godoy afastou o perigo.

Marcelo Grohe salvou o Grêmio de levar o empate aos 30’. Após saída errada da defesa gremista, a bola sobrou para o Godoy Cruz que fez jogada pelo lado direito, Garro cruzou e Javier Correa finalizou, para boa defesa do goleiro tricolor.

Apesar de o Godoy Cruz ter aumentado seu volume de jogo, o Grêmio continuou a atacar. Aos 36’, Luan lançou para Pedro Rocha que ficou na cara do gol, mas a bola ficou com o goleiro Rey.

Na sequência da partida o Godoy levou perigo novamente à zaga tricolor, mas a finalização do jogador argentino saiu pela linha de fundo. O goleiro gremista parou para amarrar as chuteiras antes de cobrar o tiro de meta e acabou sendo amarelado.

Quando o primeiro tempo de partida se encaminhava para os minutos finais, o Tricolor teve boa chance para ampliar o placar. Cortez cruzou na area, Ramiro cabeceou em direção ao gol, mas a bola bateu em Barrios, que ainda tentou uma bicicleta, e foi para fora.

Ainda na primeira etapa, o Godoy Cruz teve bola lançada na área, após cobrança de falta na intermediária. O árbitro marcou impedimento do zagueiro Olivares, que ainda tentou finalizar e acabou esbarrando no goleiro gremista, que precisou de atendimento médico.

Com a parada para o atendimento de Grohe,  o árbitro deu 6 minutos de acréscimo, o que ainda permitiu que o Tricolor tivesse outra chance de se aproximar do gol. Barrios roubou a bola, mas não conseguiu o passe para Pedro Rocha. 

Godoy Cruz pressionou em busca do empate

O segundo tempo começou com a equipe argentina tocando a bola e o Grêmio mais recuado no campo de defesa. Aos 3 minutos, Garcia tentou finalizar contra o gol gremista, mas Kannemann cortou.

O Grêmio passou a ter mais posse e tocar a bola no campo de ataque. Ramiro tocou para Pedro Rocha, que sofreu falta. Na cobrança, Edilson acertou a barreira, então a bola sobrou para o Godoy Cruz. A equipe argentina saiu em contra-ataque, mas em bela roubada, Geromel tirou a bola do jogador adversário.

As duas equipes dividiam a posse da bola, tocando passes, tentando furar a marcação. Aos 12 minutos Godoy Cruz conseguiu um escanteio, e na cobrança, Fernandez cruzou na área, Garro finalizou, mas a bola bateu em Kannemann e sobrou novamente para o ataque argentino, no rebote Correa chutou, mas Grohe salvou o Grêmio de tomar o empate.

Os argentinos passaram a pressionar o Grêmio, em busca do empate. Já na metade da etapa complementar, a equipe argentina tocava a bola e chegava perto da área gremista, mas acabava esbarrando na defesa. O Tricolor por sua vez, tentava jogar no contra-ataque.

Aos 28 minutos, Fernandinho entrou em campo, no lugar de Lucas Barrios. Após a entrada do jogador, o Tricolor passou a ter mais toque de bola. Com pouco tempo na partida, o atacante tentou se aproximar da área adversária, mas sofreu falta. Na cobrança, Luan cruzou na área e a zaga desviou para fora.

Em seguida, em defesa espetacular, Marcelo Grohe evita, novamente, que o Godoy Cruz empate a partida. Após cruzamento, Garcia finalizou de cabeça, mas o goleiro tricolor mandou a bola para a linha de fundo. Na sequência, o time argentino cobrou escanteio, a bola parou em Angileri, que mandou para fora.

A partida passou a ficar mais equilibrada perto do final. O Grêmio começou a criar oportunidades e se aproximar da área adversária, e o Godoy Cruz continuava marcando forte, tentando encontrar espaço para chegar no gol de empate.

Aos 45 minutos, o time argentino chegou perto do gol, em cruzamento na área, Pedro Geromel cortou, cedendo escanteio. Após a cobrança, a bola foi cruzada novamente na área, mas a zaga gremista afastou. Em contra-ataque, Éverton chegou perto da área adversária, mas perdeu a bola para a marcação.

O duelo terminou com vitória gremista. A partida de volta acontece no dia 9 de agosto, às 19h15, na Arena do Grêmio.

 

VAVEL Logo