Richard planeja Fla-Flu sem contar com vantagem: "Não estamos pensando no empate"
(Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC)

Na próxima quinta-feira (22), o Fluminense irá receber o Flamengo no Estádio Nilton Santos, às 20h, pela semifinal da Taça Rio. Por ter sido líder do seu grupo na competição, o Tricolor terá a vantagem de empate na partida. Para Richard, isso não altera a maneira de jogar.

"Não estamos pensando no empate. É um resultado que nos agrega, mas não estamos pensando nisso. Nossa maneira de jogar vai ser a mesma. Ainda mais se falando de clássico, de Fla-Flu, você nunca entra pensando em empatar", afirmou. 

A partida também marcará o reencontro do Fluminense com seu ex-atacante. Amigo de Henrique Dourado, Richard afirmou que não deixará de "dar uma chegada" no jogador: "Vai ser bem interessante enfrentar o Dourado. Eu tenho uma amizade particular fora de campo com ele. Mas quando entrar em campo, cada um defendendo suas cores. Se for para dar uma chegada... Vou fazer o que tiver que fazer para defender o Fluminense".

O último Fla-Flu aconteceu na 2ª rodada da Taça Rio e terminou com a vitória do Tricolor por 4 a 0. Na ocasião, o Flamengo jogava com um time "alternativo". O volante afirmou que o time que estava em campo não é importante, e sim o placar.

"Quando formos olhar os clássicos Fla-Flu, não vão ver o time. Foi um placar elástico para um clássico, mas um jogo que entramos focados e determinados e foi determinante para o resultado", declarou.

(Foto: Mailson Santana)

No último domingo (18), o Fluminense enfrentou a Cabofriense com os reservas. Richard viu com bons olhos a folga para os titulares: "Foi importante para descansar o corpo. E foi importante tanto para a gente, quanto para quem não vinha jogando. Como o Airton, que vinha sem jogar há nove meses e teve uma oportunidade".

Sobre a disputa de posição na equipe titular com Airton, o volante declarou: "Desde quando ele chegou eu disse que seria uma disputa sadia. Quem tem a ganhar com isso é o Fluminense. O Douglas também. É todo mundo se ajudando. Quem o Abel colocar para jogar, vai dar conta do recado na quinta-feira"

O técnico Abel sempre faz questão de elogiar seus jogadores após as partidas. Richard afirmou que os elogios são bons, mas é preciso deixar isso de lado quando entra em campo. 

"Independentemente dos elogios, quem for entrar de titular tem que deixar isso de lado. O Abel é um excelente treinador. Mas quem escala o time são os jogadores, pelo que apresentam no treino", concluiu.

VAVEL Logo