Capitão da seleção paraguaia, Gustavo Gómez é apresentado no Palmeiras

Com a camisa 15, o jogador ainda precisa de mais tempo de treino para melhorar fisicamente

Capitão da seleção paraguaia, Gustavo Gómez é apresentado no Palmeiras
O novo zagueiro, com a camisa palmeirense (Foto: Victor Cunha/VAVEL Brasil)

Na última terça-feira (07), Gustavo Gómez, capitão e zagueiro da seleção paraguaia, foi apresentado no Palmeiras. Com a camisa de número 15, o jogador já pode até disputar a Libertadores pela equipe. O zagueiro chega por empréstimo de 1 ano, vindo do Milan, equipe por onde pouco jogou na última temporada.

No Milan, o zagueiro pouco jogou na última temporada e mostrou os motivos disso: "Na primeira temporada no Milan eu joguei vários jogos e na última temporada não tive a oportunidade de jogar muitas partidas como na anterior, pois contrataram um jogador importante como Bonucci e tinham muitos jogadores de alto nível. Mas pude jogar várias partidas pela seleção (Paraguaia)".

Balbuena é o companheiro de seleção de Gustavo. O zagueiro ex-Corinthians conversou com o novo contratado do rival sobre a cidade de São Paulo e sobre o Palmeiras: "É um amigo meu e ele falou muito sobre a cidade e sobre o clube Palmeiras. Ele me ajudou sobre como me cuidar na cidade, por exemplo. Balbuena disse que tem muitas partidas no ano, muitas competições e que temos que estar bem fisicamente".

O zagueiro, apesar de mostrar muita força em campo, é tranquilo, gosta de reggae e fala sobre política, além de ter como ídolo Gamarra: "Para mim Gamarra é um exemplo a seguir, um jogador que sou um pouco parecido na característica e sigo os passos dele. Na verdade sou muito tranquilo, gosto de ler e falar de política e escutar reggae".

Gustavo falou sobre suas características de jogo e como pode ajudar o Palmeiras: "Eu venho para somar, temos muitas partidas no ano e vou fazer todo o possível para jogar. Sou um jogador que gosta do jogo aéreo, que dou a vida em campo pelo companheiro e pelo clube".

"O Palmeiras é uma equipe que joga bem, joga rápido e que demonstra muita garra e isso é uma característica minha em campo", completou o novo camisa 15.

O jogador disse precisar se recuperar fisicamente, mas que já não sofre mais com a lesão que teve no Milan: 
"Eu tive uma pequena lesão na pré-temporada no Milan e já estou bem, fazendo transição física para poder jogar. Agora é melhorar fisicamente e a decisão fica com o técnico pra me colocar pra jogar".