Atlético-PR derrota Fluminense e larga com vantagem por vaga na final da Sul-Americana
Foto: Miguel Locatelli/Atlético-PR

Atlético-PR derrota Fluminense e larga com vantagem por vaga na final da Sul-Americana

Com o resultado, o Furacão pode até perder por um gol de diferença no jogo de volta

jessicaalbuquerque
Jéssica Albuquerque
Atlético-PRSantos, Jonathan, Thiago Heleno, Léo Pereira, Rena Lodi, Lucho González (Wellington), Bruno Guimarães, Nikão, Raphael Veiga, Pablo (Bergson), Marcelo Cirino (Rony), Tiago Nunes
FluminenseJúlio César, Ibañez, Gum, Digão, Jadson, Richard, Airton (Léo), Sornoza (Júnior Dutra), Ayrton Lucas, Everaldo (Marcos Júnior), Luciano
Placar1º tempo: 18' Renan Lodi (1-0) 2º tempo 32' Rony (2-0)

Nesta quarta-feira (7), o Atlético-PR venceu o Fluminense por 2 a 0 no primeiro jogo da semifinal da Sul-Americana, ​na Arena da Baixada. Os gols do duelo foram marcados por Renan Lodi e Rony.

A equipe mandante começou atacando e aos sete minutos do primeiro tempo veio a primeira grande chance. Gum desarmou Cirino, após o atacante driblar o goleiro Júlio César.  Aos onze minutos foi a vez do Fluminense responder e quase abriu o placar. Após cobrança de escanteio, o goleiro Santos fez duas defesas difíceis em cabeçadas de Gum e Luciano.

O jogo seguiu em ritmo acelerado e aos 18 minutos Renan Lodi abriu o placar para o Furacão. O lateral chutou e a bola parou na zaga do Fluminense. Mas na sequência ele recuperou a bola e chutou novamente. A bola ainda bateu na trave antes de entrar.

Aos 32 minutos, Júlio César salvou o que seria o segundo do Atlético-PR. Após cruzamento de Renan Lodi, foi a vez de Cirino cabecear em cima do goleiro do Tricolor.

O Fluminense teve a chance do empate ainda no primeiro tempo. Aos 39 minutos, Jonathan errou na saída de bola e Everaldo invadiu a área. Mas o chute saiu fraco e o goleiro Santos defendeu sem problemas.

O Atlético-PR seguiu atacando e no minuto seguinte mais uma chance. Lucho González chutou e a bola desviou em Digão. Júlio César fez uma ótima defesa e a bola parou no travessão. No rebote, Cirino mandou para fora.

No segundo tempo, o Fluminense começou atacando. Aos três minutos, Sornoza cobrou falta e defesa afastou. No rebote, Everaldo conseguiu um escanteio. E o goleiro Santos afastou o perigo na sequência.

Aos 21 minutos, mais uma chance perdida pelo Fluminense. Ibañez tocou para Sornoza, que devolveu para o zagueiro. Ele chutou de bico e bola passou perto do gol do Atlético-PR.

Sete minutos depois, mais uma grande chance perdida pelo Furacão. Pablo recebeu de Rony, que saiu na frente de Júlio César e acertou o travessão. Mas aos 32 o Atlético-PR conseguiu seu segundo gol. Renan Lodi cruzou, a defesa do Tricolor se posicionou mal e Rony marcou de cabeça.

O Fluminense foi superior durante os primeiros 25 minutos do segundo tempo, mas não soube converter isso em gols. E voltou a ser envolvido pela equipe paranaense, que pressionou e ampliou o placar.

Após os dois gols sofridos, Marcelo Oliveira fez duas substituições. O atacante Júnior Dutra entrou no lugar de Sornoza e Marcos Júnior entrou no lugar de Everaldo. No entanto, a equipe Tricolor não conseguiu marcar gols.

Com o resultado, o Atlético-PR conseguiu uma boa vantagem para o jogo de volta, no Maracanã, dia 28 deste mês. Para conseguir a classificação, o Tricolor precisará vencer por pelo menos três gols de diferença. Se vencer por 2 a 0, a vaga será decidida nos pênaltis.

Enquanto a partida de volta não acontece, as equipes voltam suas atenções para o Campeonato Brasileiro. No sábado (10), o Furacão recebe o Cruzeiro, na Arena da Baixada. E o Tricolor enfrenta o Sport no Maracanã. As partidas são válidas pela 33ª rodada da competição.

VAVEL Logo

Atlético PR Notícias

há 3 dias
há 8 dias
há 9 dias
há 10 dias
há 10 dias
há 11 dias
há 11 dias
há 17 dias
há 17 dias
há 18 dias