Mesmo com salários atrasados, Diniz elogia elenco do Fluminense: “Estão
honrando a camisa”
FOTO DE MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.

Mesmo com salários atrasados, Diniz elogia elenco do Fluminense: “Estão honrando a camisa”

Treinador também afirmou que Ganso, principal nome do elenco, já está adaptado ao clube

jessicaalbuquerque
Jéssica Albuquerque

O técnico Fernando Diniz concedeu entrevista coletiva após o empate em 1 a 1 com o Botafogo, no Maracanã, pela Taça Rio. O comandante elogiou Ganso, que marcou o gol do Tricolor na partida.

Ele está adaptado desde o momento que chegou. Foi bem acolhido e retribuiu de uma maneira muito generosa esse acolhimento e naturalmente vai melhorando. Vai sabendo melhor como o time joga e a tendência é melhorar”, disse.

O Fluminense foi melhor no primeiro tempo, com mais finalizações perigosas e posse de bola. Já no segundo tempo, o Botafogo teve atuação melhor, e marcou o gol de empate com menos de um minuto da etapa final. Fernando Diniz analisou a queda de rendimento da equipe.

O Zé é um grande treinador e o Botafogo tem jogadores de muita qualidade. Eles usaram muito o lançamento da bola em diagonal em cima do nosso lado esquerdo no segundo tempo. Mas não podemos tomar um gol saindo de chutão”.

Nesta semana, o elenco não treinou durante um dia em protesto devido a salários atrasados. Diniz falou sobre isso elogiou a dedicação dos jogadores na partida deste domingo, mesmo com os problemas fora de campo.

Eles se reuniram de forma muito coesa. Não quero tratar muito sobre isso. Eles conseguiram se dedicar muito bem no jogo e o ambiente está muito bom. O mais importante é o jogador chegar e jogar, como eles estão fazendo. Isso que tem que ser realçado. O mais importante é que os jogadores estão honrando a camisa do Fluminense”.

Aos 34 minutos do segundo tempo o atacante Yony González foi substituído por Mateus Gonçalves, que se recuperou de caxumba. Quando perguntado se o colombiano preocupa para a próxima partida, Diniz tranquilizou a torcida.

Tendência é que jogue quinta contra o Antofagasta. Ele saiu porque sentiu um desconforto na posterior da coxa. A princípio a tendência é de que ele jogue”.

Para o clássico havia a expectativa que o treinador optasse por poupar alguns jogadores. Mas a equipe que entrou em campo foi a titular. Diniz explicou que todos estavam dispostos a jogar.

Se tivesse alguém que não tivesse condições de jogo, a gente não teria colocado hoje. Todo mundo está muito disposto para jogar. Se o jogo fosse na quarta, talvez a gente tivesse poupado. Mas o feedback principal vem dos jogadores” finalizou.

Com o empate no clássico, o Fluminense permaneceu na liderança do Grupo B, com 11 pontos. Na próxima quinta-feira (21), o Tricolor disputa o jogo de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana, contra o Antofagasta (CHI). A primeira partida, no Maracanã, terminou empatada em 0 a 0.

VAVEL Logo