Além da liderança, "lei do ex" também está em jogo no Flamengo x Santos
Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Além da liderança, "lei do ex" também está em jogo no Flamengo x Santos

Bruno Henrique e Gabriel são ex-jogadores do Santos; no lado dos paulistas, Jorge e Uribe já tiveram passagens pelo Rubro-Negro

lucas-sousa
Lucas Sousa

Clima de decisão! O Flamengo enfrenta o Santos neste sábado (14), valendo a liderança do Campeonato Brasileiro. De um lado, o melhor ataque do torneio com 41 gols, do outro uma equipe que também é muito forte ofensivamente. A chance de muitos gols é alta. E a famosa "lei do ex"?

A esperança Rubro-Negra para balançar as redes está nos pés do trio que vem comandando o futebol brasileiro nesta temporada: Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol. Juntos, os três têm 30 gols na competição, empatados com o próprio Santos, que tem o segundo melhor ataque.

No Santos, os principais atacantes são Eduardo Sasha, artilheiro do Alvinegro praiano no Campeonato Brasileiro e Fernando Uribe, o centro-avante colombiano chegou este ano ao peixe, vindo do Flamengo, mas até agora não correspondeu às expectativas.

Contudo, o clássico regional ganha contornos interessantes quando se fala da lei mais presente no futebol: "a lei do ex". Os princípios desta regra agem quando um jogador marca contra seu ex-clube. No sábado, ela pode acontecer com dois jogadores de cada equipe.

Pelo lado Rubro-Negro, Bruno Henrique e Gabriel podem fazer jus à regra e marcar contra o Santos, equipe que defendiam até o fim da temporada passada. O Peixe também tem dois jogadores que atuaram pelo clube carioca e que poderão sancionar a lei: Jorge e Fernando Uribe. O lateral esquerdo foi revelado pelo Flamengo e estava no futebol Português antes de ser repatriado pelos paulistas. Uribe também chegou ao Santos este ano, vindo do Rubro-Negro, após pedido do técnico Sampaoli.

Jorge, revelado pelo Flamengo, em atuação pelo Santos (Foto: Ivan Sartori / Santos)
Jorge, revelado pelo Flamengo, em atuação pelo Santos (Foto: Ivan Sartori / Santos)

Os atacantes do Mais Querido são titulares absolutos do time comandado pelo Mister e, portanto tem uma chance maior de estufar as redes adversárias, assim como o lateral santista sob os olhos de Sampaoli. Jorge deve retomar a condição de titular após ter desfalcado a equipe contra o Athletico Paranaense, por conta dos amistosos pela Seleção Brasileira. Uribe, no entanto, não goza de boa fase, ficando no banco de reserva na maioria das partidas.

Outra arma secreta, que o técnico argentino poderia utilizar diante do Rubro-Negro, é o lateral-direito Pará. O jogador de 33 anos retornou recentemente ao Santos, vindo da Gávea, e conhece bem as estratégias de Jorge Jesus. No entanto, devido a uma cláusula contratual, o Santos só poderá lançar mão do jogador caso pague uma multa de R$ 1 milhão, o que dificilmente acontecerá, já que o lateral não é titular absoluto do alvinegro. O reencontro entre o jogador e seu ex-clube deve ser postergado.

O jogo deste sábado será no Maracanã e vale o "título" do primeiro turno do Brasileirão. O Flamengo lidera a competição, com 39 pontos, dois a mais que o Santos, o segundo colocado.

VAVEL Logo
CHAT