Em partida com seis expulsões, Santos freia ascensão do Ceará e se recupera no Brasileiro
Foto: Divulgação/Santos FC

Pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, o Ceará recebeu o Santos na Arena Castelão no último sábado. Na noite de Fortaleza, o Peixe bateu o Vozão por 1 a 0. Como de costume no futebol brasileiro, a lei do ex se fez presente no gol de Felipe Jonatan, mas o que marcou a partida foram as expulsões.

Estratégias

Ceará e Santos entraram em campo com formações parecidas, onde ambos tinham dois atletas abertos pelos lados do campo, jogando na famosa 4-3-3.

O Ceará entrou com a mesma linha defensiva que venceu o clássico contra o Fortaleza: Samuel Xavier, Pagnussat, Luiz Otávio e Bruno Pacheco. No meio de campo, Charles, Fabinho e Vina formaram a trinca de meio campo. No ataque os já conhecidos Fernando Sobral, Leandro Carvalho e Cléber buscavam mudanças de posição para confundir a defesa santista.

Já o Santos manteve a linha defensiva da última partida, com Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan. Na trinca de meio campo, Alison ficou como primeiro volante, Pituca ajudava na saída e Arthur Gomes fez o meio. Mais na frente, Marinho se juntou a Kaio Jorge e Lucas Braga. Soteldo, um dos destaques, ficou no banco.

Lei do ex, contra-ataques e expulsões

A partida começou com o Santos pressionando mais, enquanto os dois times ainda se estudavam. Aproveitando isso, Marinho conseguiu desequilibrar pela direita, com um bom drible em cima do marcador e cruzou. A bola chegou em Felipe Jonatan, que bateu cruzado a colocou a bola no fundo das redes, sem chance para Prass.

Após sofrer o gol, o Vozão se soltou em campo e foi pra cima, abrindo seus jogadores e consequentemente gerando espaço. Em um chute de longe, Fernando Sobral levou perigo para João Paulo, mas a bola foi por cima do gol. Enquanto isso o Santos apostava nos contra-ataques.

Aos 19, Charles desviou de cabeça e mandou a bola pelo lado esquerdo de João Paulo, com perigo. Com 26, Lucas Veríssimo em um escanteio vindo da esquerda, cabeceou forte, cruzado e obrigou Fernando Prass a espalmar e salvar o Ceará.

Aos 33, Vina bateu uma falta por cima do gol, mas sem muita força, e João Paulo jogou longe. O jogo após isso seguiu com os dois times tentando manter a posse de bola e chegarem com perigo, mas nada de relevante aconteceu. A disputa rendeu algumas faltas e chances criadas pelos lados do campo, apostas de ambos os times.

Na primeira escapada do segundo tempo, aos oito minutos, Arthur Gomes tirou a marcação dentro da área e bateu forte, mas Prass pegou. As jogadas pelas laterais continuavam surtindo efeito. Um minuto depois a jogada aconteceu de novo, mas do outro lado. Leandro Carvalho recebeu e bateu cruzado, mas João Paulo defendeu com o pé!

Mateus Gonçalves, em uma bela jogada de contra-ataque, conseguiu passar por vários jogadores do Santos, tabelou com Leandro Carvalho, recebeu na frente, pela direita e bateu forte, mas João Paulo defendeu colocando para escanteio.

Agora pressionando, o Ceará, aos 29, chegou mais uma vez. Rafael Sobis conseguiu uma boa bola para Vina, que bateu de fora da área, rasteiro e acertou a trave. Esse lance provava que as mudanças de Guto Ferreira davam certo, pois Sobis e Mateus Gonçalves faziam o time trocar passes e criar jogadas perto da área, com mobilidade.

Aos 35, em mais uma jogada rápida, Vina arrumou para Sobral, que chegou chutando de longe e obrigou João Paulo a espalmar para longe. E logo após essa jogada, Samuel Xavier deu um carrinho em Marinho e cometeu a falta. Por isso, ele levou o vermelho.

Com a situação, houve uma confusão no meio de campo e Luan Peres chegou empurrando Samuel, que em foi expulso em um momento de desequilíbrio. Após o jogo ficou pegado e quente.

Aos 41, Marinho foi lançado no ataque e pela esquerda, saiu cara a cara com Prass e tentou a cavadinha, mas o goleiro pegou. E nos acréscimos, o camisa 6 pegou Marinho com uma solada no calcanhar, levou amarelo e foi expulso. Nem um minuto depois, Alison foi com tudo na disputa de bola no alto, acertou o jogador do Vozão com o cotovelo e foi expulso também. O jogo ficou muito quente.

Depois de quatro expulsões, não existe análise a ser feita. Vina, aos 50, ainda conseguiu uma finalização de fora da área. E esse foi o último lance da partida! Após o apito final, Guto Ferreira e Leandro Carvalho foi reclamar com o juiz e foi expulso também.

Classificação e próximos jogos

Ambos os times voltam aos gramados pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. O Santos recebe o Atlético Mineiro na quarta-feira (9), às 21h30. Já o Ceará viaja para enfrentar o Internacional, às 19h15 da quinta-feira (10).

Com a vitória o Santos foi até a 7ª posição, somando 11 pontos em oito jogos. Já o Ceará se mantém na 8ª posição, com 10 pontos. Lembrando que as posições podem mudar conforme a rodada acontecer.

VAVEL Logo