Duelo de invictos: Santos e Olímpia se enfrentam de olho na liderança do grupo G
Foto: Divulgação/Ivan Storti/Santos FC

A Libertadores está de volta! E nesta terça-feira (15), o Santos recebe o Olímpia-PAR, na Vila Belmiro, às 21h30, em partida válida pela terceira rodada da fase de grupos do torneio continental. O Peixe é líder do grupo G, com seis pontos. Já o Rey de Copas é o segundo colocado, com quatro pontos.

Santos quer vitória em casa para encaminhar vaga às oitavas da Libertadores

O Santos que vem de um empate por 2 x 2 diante do São Paulo, no último sábado (12), na Vila Belmiro, quer virar a chave e focar somente na partida desta terça-feira (15), diante do Olímpia-PAR, pela Libertadores.

O técnico Cuca considera a partida como um "clássico", não só por reunir as duas equipes grandes, mas por serem os dois únicos invictos do grupo. O Peixe lidera o grupo G, com seis pontos, após as vitórias diante do Defensa y Justicia por 2 x 1 e Delfín por 1x0, antes da parada da competição por conta da pandemia de Covid-19.

Uma vitória na Vila Belmiro deixaria encaminhada uma vaga da equipe brasileira às oitavas de final da Libertadores, já que o Delfín tem apenas um ponto somado e o Defensa y Justicia ainda não pontuou.

Apesar da irregularidade da equipe Santista no Campeonato Brasileiro, onde em dez rodadas conquistou 15 pontos, com quatro vitórias, três empates e três derrotas, assumindo a sétima posição na tabela de classificação, o técnico Cuca vai aproveitar o que tem de melhor na equipe e para a partida diante da equipe paraguaia aposta no desempenho de seus dois destaques: o atacante e artilheiro Marinho e Soteldo.

Em entrevista coletiva no sábado (12), o técnico Cuca pregou atenção para o duelo contra o Olímpia e destacou que será um jogo "dificílimo".

"Temos duas vitórias deixadas pelo Jesualdo e temos que aproveitar. Vamos jogar contra o vice-líder. Seis pontos contra quatro do Olímpia. É um clássico, o Olímpia chega sempre”, declarou.

"É uma equipe muito tradicional e tem jogadores importantes, que a gente conhece. O próprio Derlis Gonzalez, que jogou aqui. Então, vamos preparados para um jogo duro, dificílimo. Mobilização total para terça-feira”, completou o treinador.

A provável escalação do Santos para partida é: João Paulo, Pará (Madson), Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca e Carlos Sánchez; Marinho, Soteldo e Lucas Braga

Olímpia quer usar o que tem de melhor, para garantir a liderança

Para a partida diante do Santos, o Olímpia-PAR vai a campo com o que tem de melhor, aliás vale a liderança da competição.

No Campeonato Paraguaio,o Rey de Copas está na terceira posição, com 38 pontos. A equipe, inclusive, vem de uma goleada de 4 x 0 sobre o River Player pelo campeonato nacional, na qual atuou com time reserva.

Na Libertadores o Olímpia está na segunda posição do grupo G, com quatro pontos, sendo um empate diante do Delfín por 1 x 1 e uma vitória por 2 x 1 contra o Defensa y Justicia.

O técnico Daniel Garnero vai poder contar com a volta do goleiro titular Daniel Azcona, o atacante Isidro Pitta e Derlis González.

Por falar em Derlis Gonzalez, o jogador através de sua assessoria de imprensa, ressaltou o carinho que tem pelo Santos e, caso marque diante do Peixe, não irá comemorar o gol.

"Vestir a camisa do Santos, um dos clubes mais importante do mundo, foi uma honra para mim. Além disso, sempre fui tratado com carinho e respeito pela diretoria, comissão técnica, companheiros de elenco e pela torcida. É claro que sou profissional e, se entrar em campo, vou procurar fazer o meu melhor. Mas, se fizer um gol amanhã (terça-feira), não vou comemorar pelo enorme respeito que tenho pelo clube", afirmou.

O treinador Garnero fez questão de exaltar os seus jogadores. "Confiamos totalmente nós jogadores que temos, a ideia é clara e eles respeitam", afirmou.

Provável escalação do Olímpia: Alfredo Aguilar; Otálvaro, Alcaraz, Rolón e De La Cruz; Ortiz, Camacho, Rojas e Derlis González; Montenegro e Santa Cruz.

VAVEL Logo