Ailton Ferraz celebra mudança de postura do Fluminense após virada no clássico
Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

Comandado pelo interino Ailton Ferraz, o Fluminense venceu a primeira desde a saída de Odair Hellmann. O Tricolor conquistou uma grande virada diante do atual campeão Flamengo com gol nos acréscimos: 2 a 1 no Fla-Flu disputado nesta quarta-feira (6) no Maracanã, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Ailton substituiu Marcão, que foi diagnosticado com Covid-19, e não pode comandar o Fluminense. Ele falou sobre a conversa que teve com o time no intervalo para mudar a postura após o time ser dominado e sair atrás.

"Sem dúvida que foram dois tempos distintos. Primeiro tempo a gente foi com uma proposta que conseguimos no segundo, que era jogar na linha média e procurar as infiltrações tanto do Michel quanto do Wellington Silva. No primeiro tempo a gente não conseguiu. O Flamengo teve mérito, conseguiu colocar uma linha alta, pressionar o tempo todo. Ficamos muito acuados. No intervalo, conversei com eles, falei de forçar essa situação das infiltrações e que a gente precisava jogar".

No segundo tempo, apesar do Flamengo continuar com mais de 70% de posse de bola, o Fluminense conseguiu criar mais chances, que culminaram no gol da virada de Yago já nos acréscimos.

"Dentro da proposta de transição, a gente abriu mão de jogar, e com isso o Flamengo foi bem no primeiro tempo. Fizemos um segundo tempo equilibrado onde conseguimos os gols. Eu tinha falado na palestra que futebol se decide nos detalhes. Se a gente se preocupasse com esses detalhes, iria conseguir sair feliz. Graças a Deus conseguimos porque os detalhes são esses, as falhas. Se você erra muito em um clássico como esse, você está muito perto de perder", analisou Ailton.

A vitória foi a primeira do Fluminense após quatro jogos no Brasileirão. O time vinha de derrotas para Atlético-GO e São Paulo e a vitória diante do Flamengo, além do gosto especial pela rivalidade, recoloca o Tricolor na briga por uma vaga à Libertadores.

"Temos uma meta, que é a Libertadores. Às vezes sem meta nenhuma você não sai do lugar. Estamos trabalhando forte para conseguir e o caminho começou no jogo de hoje. O time soube sofrer, batalhou até o fim, foi um time que guerreou o tempo todo, sangue nos olhos, e fomos premiados com o gol do Yago no final. Isso é mérito do grupo", disse.

O Fluminense está na sétima colocação do Brasileirão, com 43 pontos, um atrás do Palmeiras, que tem dois jogos a menos. O Tricolor volta a jogar na próxima quarta-feira (13) contra o Corinthians, às 21h30.

VAVEL Logo