Em momento conturbado na Seleção, Tite ressalta: "Estou em paz comigo mesmo"  
Foto: CBF

Em partida válida pela 5ª rodada das Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022, o Brasil recebeu o Equador nesta sexta-feira (04), no Estádio Beira-Rio, e venceu com tranquilidade por 2 a 0. A partida não contou com a tradicional festa das torcidas que ainda não podem adentrar nas Arenas. A Seleção Canarinho melhorou no segundo tempo e abriu o placar com Richarlison, e ampliou com o Neymar Jr. de pênalti após ter que cobrar duas vezes, depois que o goleiro adversário se adiantou.

Polêmica da Copa América no Brasil

Em entrevista coletiva após a partida frente ao Equador com a vitória por 2 a 0, o técnico Tite citou uma do ex-presidente dos Estados Unidos, Obama em entrevista ao apresentador Pedro Bial para explicar o momento conturbado na Seleção e falou.

"Estou fazendo o meu trabalho normalmente. Sempre faço. Estou em paz comigo mesmo. Uma resposta extraordinária que guardo para mim, que o Obama deu na entrevista ao (Pedro) Bial. "Minhas adversidades são muito pequenas em relação a de uma série de pessoas, elas talvez enfrentem problemas de saúde, de alimentação, são muito maiores que os meus. Os meus problemas são fáceis. Pressões? Normais. Vamos trabalhar para isso".

Sobra sua permanência no cargo, o comandante da Seleção Brasileira não garantiu sua continuação, pediu cuidado à imprensa com especulações, comentou a resposta de Casemiro na saída de campo, mas quis se limitar a falar do jogo.

"Coloquei anteriormente que ia me manifestar. Vocês podem levantar qualquer hipóteses, só peço para terem cuidado. Vou me reportar sim, em momento importante. Não agora. Jogo foi muito difícil, contra Equador, tinha melhor ataque na competição. Conseguimos ter 16 finalizações, com sete no gol. Primeiro tempo muito difícil. Não estou fugindo da resposta. Casemiro foi muito feliz. É o meu pensamento. temos consciência que há a a hora certa para fazer a coisa certa."

Sobre o jogo

Sobre a atuação da Seleção Brasileira neste confronto das Eliminatórias, o comandante fez sua analise do jogo e contou suas táticas que deram a vitória de dois a zero para o Brasil, no Beira-Rio, ruma à próxima Copa do Mundo, no Qatar em 2022.

"No primeiro tempo, a gente fez uma modificação. Paquetá na direita, e Richarlison agudo na esquerda. Como setor e estratégia do Equador estava de povoar bastante, a ideia era ter mais um jogador de lado, oferecendo um espaço maior central ao Neymar, e o time cresceu mais no segundo tempo. Com o ritmo imposto pelo Equador, de marcação, naturalmente não conseguiu fazer marcação alta. Foi abrindo esses espaços. Houve entradas boas dos atletas."

Próximo compromisso

Com a vitória no Beira-Rio por 2 a 0, a Seleção Brasileira permanece em primeiro com 100% de aproveitamento, e chega aos 15 pontos. A pentacampeã acumula cinco vitórias, e nenhuma derrota nas Eliminatórias Sul-americanas para Copa do Mundo de 2022 no Qatar. Na próxima terça-feira (08), às 21h30 (de Brasília), no Estádio Defensores del Chaco, em Assunção, o Brasil recebe o Paraguai pela 6ª rodada.

VAVEL Logo