Coritiba vence Brasil nos acréscimos e mantém vivo o sonho do título da Série B
Foto: Divulgação/Coritiba

Neste domingo (14), o Coritiba venceu o Brasil-RS no Couto Pereira, por 2 a 1, em partida válida pela 36ª rodada da Série B 2021. Os gols foram marcados por Waguininho e Leo Gamalho, já nos acréscimos, para o Coxa. Erison descontou para o Xavante.

Coxa intenso e guerreiro, mas sem capricho

A partida começou completamente acelerada e intensa pelos donos da casa. Marcação alta e criação de jogadas pelas pontas do campo em velocidade, tem sido a arma mais eficiente neste primeiro tempo. Aos cinco minutos da primeira etapa, Rafinha é ligado na ponta direita, chegou até o fundo e fez o cruzamento para dentro da área para Robinho, que dominou no peito e virou uma bicicleta pra cima de Marcelo, goleiro do Brasil, que espalmou pra escanteio. Pouco depois, ataque pela direita, novamente com Rafinha, que cruza pra dentro da área e Waguininho cabeceia no travessão. A bola sobra dentro da área nos pés de Leo Gamalho, que finaliza e bola desvia no defensor adversário, indo para escanteio.

Aos doze minutos da primeira etapa, a primeira polêmica da partida. Após cobrança de escanteio, confusão na área do Xavante, Ícaro sobe demais o pé e o árbitro marca penalidade máxima, expulsando o jogador. Após o lance ser analisado pelo VAR, o árbitro é chamado para checar as imagens e opta por anular a penalidade e a expulsão.

O Coritiba tomou conta da partida durante todo o primeiro tempo, sem sofrer sustos e chegando inúmeras vezes ao ataque. Foram 18 finalizações para os donos da casa, contra 01 dos visitantes. Pela ponta direita, o Coxa deu bastante trabalho à equipe Xavante, porém, não teve capricho na hora das finalizações. Das 18 finalizações, foram 02 na trave e uma no travessão.

Batalha intensa e gol nos acréscimos

Início de segundo tempo a milhão e o Coritiba continuou pressionando o Brasil, buscando o gol. Aos cinco minutos, após bola que foi jogada ao campo de ataque, Leo Gamalho batalha pela mesma, mas a finalização parou nas mãos do goleiro Marcelo. Em seguida, novamente ataque para o Coxa, Rafinha pela ponta direita rolou a bola pra entrada da área, mas na finalização, a bola desvia em Ícaro e vai pra fora, cedendo escanteio para os donos da casa. Aos nove, da etapa final, após cobrança de escanteio, Waguininho sobe entre os marcadores e cabeceia pro fundo das redes, abrindo o placar para o líder.

Após o gol marcado, o Coxa se manteve mais paciente, tranquilo e trabalhando melhor a bola. Contudo, por estar mais tranquilo, passou a ceder alguns contra-ataques à equipe Xavante, que não soube aproveitar, apesar das oportunidades. Depois de algumas tentativas, Erison pela ponta esquerda, tenta jogada individual e cruza pra área, mas a bola desvia no zagueiro e sai pela linha de fundo. O Coxa ainda teve mais duas chances pela direita. Uma com Rafinha, atuando pela ponta esquerda, cruzando para dentro da área e passou por todo mundo, desviando no zagueiro Xavante e indo para escanteio. A segunda, com Leo Gamalho, que recebeu em ótimas condições, mas a finalização passou à direita do goleiro Marcelo, sem oferecer perigo.

A melhor chance Xavante veio aos 33 da etapa final. Em ataque pela ponta direita, a bola foi lançada na área e ficou se oferecendo para o Brasil, mas o atacante não conseguiu chegar e escorregou na segunda tentativa. A bola foi afastada pela zaga alviverde, que entrega novamente um ataque para o Brasil, liga na ponta esquerda e na hora do cruzamento a bola bate no braço de Natanael, dentro da área. A arbitragem marcou pênalti para o Brasil. O VAR não chamou o árbitro, apenas checou se realmente foi dentro da área, que manteve a decisão de campo. Em seguida, Erison foi para a cobrança, escorregou, mas mandou para o fundo das redes, empatando a partida.

Com o resultado desfavorável, para quem briga pelo título, o Coxa voltou a partir pra cima do Brasil desesperadamente. Com substituições e sangue novo em campo, o Coritiba se manteve mais firme e mais no ataque, enquanto o Brasil tentava se defender e atrasar o jogo. Depois de muita insistência, nos acréscimos da etapa final, um cruzamento feito da ponta esquerda para dentro da área, a bola ficou pingando, se oferecendo na entrada da pequena área. Leo Gamalho, que não teve tantas oportunidades na partida, mandou a bola para o fundo das redes na saída desesperada do goleiro adversário, fazendo o gol da vitória e mantendo a esperança do título alviverde.

Classificação e próximos compromissos

Com a vitória, o Coxa chega a 64 pontos e assume a liderança da competição em busca do título. O Xavante já está rebaixado matematicamente, portanto não faz diferença o resultado da partida.

O Coxa volta à campo no domingo (21), contra o CSA no Couto Pereira, em partida válida pela 37ª rodada da Série B 2021.

Já o Brasil-RS, volta à campo também no domingo (21), contra o Botafogo no Bento Freitas, em partida válida pela 37ª rodada da Série B 2021.

VAVEL Logo