Com atuação inquestionável, Federer derrota Nishikori e avança às semis em Paris 
Foto: Divulgação / ATP 

Venceu e convenceu. Esta é a melhor definição para a grande vitória do suíço #3 Roger Federer em cima do japonês #10 Kei Nishikori. Jogando de forma sólida e com muita consistência, o tenista de 37 anos triunfou por 2 sets a 0, com duplo 6/4, em 1h19 de partida. Sua grande atuação lhe rendeu a vaga na semifinal do Masters 1000 de Paris, último torneio da série na temporada. 

Apesar de mostrar em quadra um nível digno dos velhos tempos, Federer esbarrou em um adversário inspirado e que dificultou a maior parte do jogo. Em um primeiro set disputadíssimo, o suíço sacava com firmeza, mas não conseguia quebrar a barreira construída por Nishikori em seus games de serviço.

Porém, tudo mudou no nono game. Desferindo ótimos golpes do fundo da quadra e pressionando o japonês, Federer obteve a quebra e fez 5/4 no placar. Sacando para a parcial, precisou salvar um break point antes de fechar em 6/4 com um primeiro serviço potente. 

Se no set inicial o suíço suou para conquistar um break, no segundo aconteceu totalmente o oposto. Logo no primeiro game, Federer quebrou o nipônico de zero e passou a liderar o marcador. Fazendo valer a vantagem obtida no começo, o veterano guiou a partida com sabedoria e inteligência, fechando novamente em 6/4 com um smash sem chances de defesa.  

Valendo uma vaga na grande final do Rolex Paris Masters, Federer enfrentará o sérvio #2 Novak Djokovic, que derrotou o croata #7 Marin Cilic por 2 sets a 1, de virada, parciais de 4/6, 6/2 e 6/3.

Para manter vivo o sonho da conquista do 100º título, o suíço precisará driblar a superioridade do adversário nos confrontos diretos e, principalmente, o resultados dos últimos encontros entre os dois. Sua última vitória sobre Nole foi há três anos atrás, no ATP Finals. Desde lá, são três revezes consecutivos, um deles em 2018, no Masters 1000 de Cincinnati.

VAVEL Logo