Itambé/Minas confirma favoritismo, bate Curitiba Vôlei e se aproxima das semis da Superliga
Foto: Orlando Bento/MTC

Itambé/Minas confirma favoritismo, bate Curitiba Vôlei e se aproxima das semis da Superliga

Com atuação consistente, mineiras aplicam 3 a 0 fora de casa e sai na frente na disputa das quartas de final

thais-alcantara
Thaís Alcântara

A Superliga Feminina entrou na sua fase final e na abertura dos playoffs, o Minas confirmou sua superioridade, venceu o Curitiba por 3 a 0 (18/25, 30/32 e 19/25), no ginásio da Univ Positivo e largou na frente na disputa das quartas de final da competição. A ponteira Natália, que marcou 14 pontos, foi a melhor da partida e ficou com o troféu VivaVôlei.

Com bom volume de jogo, as mineiras comandaram o duelo e, com exceção do segundo set, garantiu o triunfo com tranquilidade. 

Os dois times voltam a se encontrar na próxima quinta-feira (21), dessa vez na Arena MTC, em Belo Horizonte. As paranaenses vão a capital mineira com obrigação de vitória para evitar a classificação antecipada do Minas para as semifinais. 

Como foi o jogo

O Minas começou impiedoso e logo abriu vantagem: 6 a 2. Sem desperdiçar contra-ataque, as visitantes seguiam comandando o marcador com tranquilidade: 15 a 8, após dois pontos seguidos de Bruna Honório. Em outro ataque da oposta, as minastenistas garantiram a vitória na parcial: 25 a 18.

O Curitiba iniciou bem a segunda etapa e construiu sua vantagem: 5 a 0, na pancada de Sabrina. Entretanto, as paranaenses começaram a errar e o time de BH aproveitou para deixar tudo igual no placar: 8 a 8. Com as ponteiras inspiraras, o Minas assumiu o comando do marcador: 13 a 10, na pancada de Natália. 

As donas da casa não se entregaram com a desvantagem e voltaram a empatar a etapa: 15 a 15, no bloqueio pra cima da Gabi. Na reta final do set, brilhou a estrela da 12 do Minas. Natália chamou a responsabilidade e em dois ataques seguidos, colocou seu time à frente: 19 a 16. Entretanto, o Curitiba correu atrás e voltou a deixar tudo igual: 20 a 20. O empate persistiu até que Sabrina desperdiçou o ataque e as mineiras conseguiram fechar a parcial: 32 a 30

O equilíbrio permaneceu no início do terceiro set e o empate prevaleceu: 9 a 9. Na pancada de Gabi, o Minas abriu uma pequena vantagem: 14 a 11. O Curitiba buscava a reação, mas no ataque da oposta Bruna Honório, a virada parecia mais improvável: 20 a 16.  Natália virou mais uma bola e fechou o jogo 25 a 19 e deixou o as mineiras próximas da semifinal.

VAVEL Logo