Com 'fome de títulos', Bonucci avisa: "Espero fazer no Milan o que Pirlo fez na Juventus"

Em 2011, um desacreditado Andrea Pirlo deixava o Milan, onde era ídolo e havia vencido diversos títulos, mas vinha em baixa por causa de lesões, para recuperar a sua carreira na Juventus, rival do Diavolo. Com a camisa branca e preta, o experiente volante resgatou o seu bom futebol e comandou o meio-campo do time juventino durante quatro temporadas.

Seis anos depois de um ícone do Milan reforçar a Juventus, a história se repete. Desta vez, porém, é uma bandeira da Vecchia Signora que faz o caminho inverso. Leonardo Bonucci, que virou um dos melhores zagueiros do mundo no time de Turim, foi comprado pelo Milan, por € 40 milhões, na atual janela de transferências para ser o líder do ambicioso projeto rossonero.

+ Bonucci estreia, Çalhanoglu marca e Milan goleia Bayern de Munique

Em entrevista de capa desta terça-feira (15) do jornal Gazzetta dello Sport, o camisa 19 milanista afirmou que pretende fazer história no Milan assim como Pirlo fez na Juve. Antes, contudo, o novo capitão do Diavolo desabafou sobre a sua última temporada na Juventus, onde chegou a ser cortado de uma partida da Uefa Champions League, contra o Porto, devido a um desentendimento com o técnico Massimiliano Allegri.

Como eu disse, agora, só importa o Milan. A Juventus é passado. Agradeço por tudo que me deram, com eles eu me tornei um dos melhores defensores do mundo. Mas quando você faz certas escolhas, você tem de assumir as responsabilidades e suas consequências”, disse.

+ Irmã de Chiellini critica ida de Bonucci ao Milan: "Deus-dinheiro sempre vence"

Durante a última temporada, Juventus e Allegri fizeram escolhas bem precisas, e eu fiz as minhas confortavelmente. É claro que as minhas avaliações não eram mais as do passado, mas a escolha foi compartilhada com o clube, por isso não são farinha do mesmo saco. Tudo começou no Porto, mas houve alguns episódios antes, talvez menos marcantes. Espero fazer no Milan o que Pirlo fez na Juventus, com o percurso inverso”, completou.

Relação entre Allegri e Bonucci ficou desgastada na última temporada (Foto: Marco Bertorello/AFP)
Relação entre Allegri e Bonucci ficou desgastada na última temporada (Foto: Marco Bertorello/AFP)

“Em quatro anos eu espero vencer a Champions. Quero levar para casa tudo. Estou com fogo e mais fome do que nunca” - Leonardo Bonucci

Assim como acontece quando um grande jogador deixa um time onde é ídolo para defender o rival, Bonucci recebeu muitos ataques de torcedores da Juventus em suas redes sociais. O defensor, no entanto, minimiza a situação. “Se eu fosse influenciado por comentários nas redes sociais, eu teria deixado a Juve em 2011 e neste ano não teria vindo ao Milan. Eles me insultaram porque eu mudei de equipe, mas nas redes sociais as pessoas são livres para dizer o que querem. Eu não sinto rancor”, garantiu.

+ Lenda do Milan, Paolo Maldini aprova contratação de Bonucci: "Um dos melhores do mundo"

Na Juventus, Bonucci conquistou 12 títulos: seis Serie A, três Copas Itália e três Supercopas Italiana. A lista de medalhas do zagueiro poderia ser maior caso a Juve não tivesse perdido para Barcelona e Real Madrid nas finais de Champions League das temporadas 2014/15 e 2016/17, respectivamente. Agora, vestindo vermelho e preto, o jogador quer manter o caminho vitorioso, mas com um bônus: o título da maior competição de clubes do mundo.

Eu escolhi o Milan porque na minha cabeça existe a ideia de repetir o percurso vivido na Juventus, onde começamos a partir de uma reconstrução, como é o caso atual do Milan, e terminamos no topo. Aqui, eu quero ir ainda mais alto. Em quatro anos eu espero vencer a Champions. Quero levar para casa tudo. Estou com fogo e mais fome do que nunca, sempre vou além dos meus limites. Meu objetivo é fazer com que o Milan volte ao Olímpio do futebol mundial. Eu escolhi este clube para reiniciar. Estou aqui para vencer”, concluiu.

VAVEL Logo