André Silva decide no último minuto, Milan vence Genoa e ultrapassa Sampdoria

Partida perdurou em 0 a 0 até o último instante, quando o português, que saiu do banco, marcou de cabeça e garantiu os três pontos ao Diavolo

André Silva decide no último minuto, Milan vence Genoa e ultrapassa Sampdoria
Gajo é visto como dúvida pela torcida do Milan (Foto: Divulgação/AC Milan)
Genoa
0 1
Milan

Na tarde deste domingo (11), o Milan foi ao estádio Luigi Ferraris, em Gênova, enfrentar o Genoa, pela 28ª rodada da Serie A. Em uma partida com poucas chances aproveitadas pelos dois lados, a equipe de Gennaro Gattuso venceu os donos da casa por 1 a 0. O gol foi marcado por André Silva, quando o confronto já se encaminhava para um empate sem gols, no último minuto.

Ao soar do apito, o confronto se iniciou com os donos da casa dominando o campo de defesa milanista. Pressionando com cinco jogadores na saída de bola, o Genoa incomodava, mas não criava chances para fazer o goleiro Donnarumma trabalhar.

Na matade da primeira etapa, o Milan começou a se soltar na partida e a tocar mais a bola, contudo, enfrentava uma defesa bem postada do Genoa, além de um meio de campo pouco criativo, juntamente com um ataque que não vive uma boa fase.

O primeiro chute a gol veio somente aos 28 minutos com Çalhanoglu de fora da área. Depois do chute, o Milan até chegou ao gol, com Bonaventura, mas a arbitragem pegou impedimento de Kessié, que havia participado da jogada.

No início da segunda etapa, o Genoa passou a ser mais incisivo no ataque e conseguiu chegar ao gol com Rigoni, de cabeça, mas a arbitragem consultou o assistente de vídeo que constou posição ilegal do atleta que teve o seu gol anulado.

(Foto: Paolo Rattini/Getty Images)
(Foto: Paolo Rattini/Getty Images)

Os minutos seguintes foram de pouca emoção, ambos os lados tinha dificuldades para dar trabalho aos goleiros, e as faltas eram frequentemente vistas. O Genoa, usava da velocidade de Laxalt pela esquerda para criar jogadas, enquanto o Milan insistia em bolas alçadas na área por Suso, à procura dos atacantes Cutrone e André Silva, que saíram do banco na metade dos 45 minutos finais.

Com o final se aproximando e um 0 a 0 insistindo no marcador, o Milan sufocou os donos da casa em seu campo de defesa, adiantando sua linha de marcadores e agredindo o Genoa pelas pontas, ora com Suso, ora com Borini, que fora jogar no ataque. Contudo, as jogadas não surtiam efeito, passavam perto dos pés dos atacantes, mas não chegavam para eles em condição de finalizar. 

Os donos da casa, por sua vez, tentavam contra atacar, mas eram impedidos, tanto pelo cansaço físico, quanto pela marcação milanista. Tal cansaço e pressão no ataque foi surtir efeito apenas no último minuto dos acréscimos. Suso recebeu a bola na esquerda, e mais uma vez na partida cruzou, só que desta vez a redonda encontrou a cabeça de André Silva, que testou forte para mandar para o fundo das redes de decretar o placar final.

Agora o Milan vira a chave e volta a focar no confronto da próxima quinta-feira, onde precisa reverter um placar de 2 a 0 sobre o Arsenal, pelas oitavas de final da Europa League. Já o Genoa, tem parada dura no próximo domingo, onde vai a Nápoles, jogar contra o líder da Serie A, Napoli.

Com a vitória de hoje, o Milan chega à sexta posição com 47 pontos, e pode ficar a cinco pontos da zona de classificação para a Champions League, tão almejada pelo clube de Milão, caso a Internazionale perca para o Napoli nesta rodada. Já o Genoa, estaciona na 13° posição com apenas 30 pontos, mas não está ameaçado de perder colocações nesta rodada, visto que o Cagliari, logo abaixo na tabela, segue com 26 pontos.