Guia VAVEL Brasil: Sul Americano Feminino 2018 - Grupo B
Foto: Divulgação/Conmebol

No próximo dia 4 de abril, terá início o Sul-Americano Feminino de 2018 com sede no Chile, que irá até o dia 22 do mesmo mês. A competição vale duas vagas para o Mundial da categoria que será disputado na França em 2019 e uma terceira vaga para a repescagem diante do quarto colocado das Eliminatórias da Concacaf.

Além de ser um torneio qualificatório para a Copa do Mundo de Futebol Feminino, a Copa América dará quatro vagas para os Jogos Pan-Americanos de Lima, em 2019, assim como duas vagas para os Jogos Olímpicos de 2020, no Japão.

As 10 equipes da Conmebol foram divididas em dois grupos, cada um com cinco seleções, onde as duas primeiras colocadas dos grupos A e B se classificam para o quadrangular final. O grupo B é composto pelo Brasil, Argentina, Equador, Venezuela e Bolívia.

BRASIL

Melhor campanha: Campeão (1991, 1995, 1998, 2003, 2010, 2014)

Técnico: Vadão

Destaque: Bia Zaneratto

Foto: Alexandre Schneider/Getty Images
Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

Forte, habilidosa e com faro de gol, a atacante brasileira do Incheon Red Angels atravessa a melhor fase de sua carreira. Foram 24 gols na temporada com o clube coreano, artilheira e campeã nacional. Com a amarelinha, promete ser um dos destaques em mais uma possível vitoriosa campanha.

Fique de olho também: Marta e Andressinha

ARGENTINA

Melhor campanha: Campeão (2006)

Técnico: Carlos Borrello

Destaque: Mariana Larroquette

Foto: Martin Rose/Getty Images
Foto: Martin Rose/Getty Images

A atacante do UAI Urquiza é considerada peça fundamental na seleção argentina. A artilheira dos gols bonitos de apenas 25 anos sonha em recolocar a Argentina no cenário mundial. A autora de incríveis 37 gols na temporada passada, vem para a sua segunda Copa América.

Fique de olho também: Sole Jaimes e Estefanía Banini

EQUADOR

Melhor campanha: Terceiro lugar (2014)

Técnica: Wendy Villón

Destaque: Kerlly Real

Foto: Adam Pretty/Getty Images
Foto: Adam Pretty/Getty Images

Titular absoluta aos 16 anos de idade na Copa do Mundo de 2015, a jogadora que pode atuar tanto de lateral direita como ponta, volta para ajudar a sua equipe em mais uma façanha. A camisa número 19, que atua no Málaga, da Espanha, quer continuar guiando o Equador a mais um Mundial.

Fique de olho também: Ligia Moreira e Giannina Lattanzio

VENEZUELA

Melhor campanha: Terceiro lugar (1991)

Técnico: José Catoya

Destaque: Ysaura Viso

Foto: Shaun Botterill/Getty Images
Foto: Shaun Botterill/Getty Images

A terceira maior artilheira da história da Libertadores Feminina, disputou a Copa América em 2010 e ficou de fora, por lesão, em 2014. Desta vez, a atleta promete guiar las vinotinto à sua primeira Copa do Mundo. A jogadora de 24 anos, atua no Unión Magdalena, da Colômbia e é conhecida como La Reina del Gol.

Fique de olho também: Deyna Castellanos e Oriana Altuve

BOLÍVIA

Melhor campanha: Quinto lugar (1995)

Técnico: Weimar Delgado

Destaque: Maitte Zamorano

Foto: Divulgação/Conmebol
Foto: Divulgação/Conmebol

Goleadora nata, a ex-velocista do atletismo boliviano, vem se tornando referência, mesmo aos 36 anos de idade, no futebol do seu país. Artilheira da última edição do campeonato boliviano e da Libertadores, a forte atacante quer fazer bonito na competição mais importante da América do Sul.

Fique de olho também: Janeth Moron e Ana Paula Rojas

VAVEL Logo