Higuaín marca dois, e Chelsea se recupera na Premier League com goleada contra Huddersfield
Foto: Divulgação/Chelsea FC

Higuaín marca dois, e Chelsea se recupera na Premier League com goleada contra Huddersfield

Argentino balançou as redes pela primeira vez com a camisa dos Blues, Hazard fez outros dois, e David Luiz completou vitória por 5 a 0 sobre lanterna do Inglês

bruno-da-silva
Bruno da Silva
Chelsea F.C.Kepa; Azpilicueta, Christensen, David Luiz, Marcos Alonso; Jorginho (Kovacic, min. 70), Kanté (Loftus-Cheek, min. 83), Barkley; Willian, Hazard (Hudson-Odoi, min. 77), Higuaín. Técnico: Maurizio Sarri
Huddersfield TownLössl; Smith, Schindler, Kongolo, Löwe; Billing (Grant, min. 67), Bacuna, Mooy; Diakhaby (Pritchard, min. 85), Mbenza (Mounié, min. 27), Kachunga. Técnico: Jan Siewert
Placar1-0, min. 16, Higuaín. 2-0, min. 45, Hazard (pênalti). 3-0, min. 66, Hazard. 4-0, min. 69, Higuaín. 5-0, min. 87, David Luiz
INCIDENCIASPartida válida pela 25ª rodada da Premier League 2018-19, no Stamford Bridge, em Londres, Inglaterra. Público total: 40.626 torcedores

Vindo de uma goleada surpreendente sofrida diante do Bournemouth, o Chelsea se recuperou fazendo o dever de casa e passando fácil pelo lanterna da Premier League, o Huddersfield Town. Na tarde deste sábado (2), os Blues venceram por 5 a 0 no Stamford Bridge. O jogo ficou marcado pelos primeiros gols de Higuaín com a camisa dos londrinos. Hazard, duas vezes, e David Luiz completaram a goleada.

Com o técnico Maurizio Sarri pressionado, o Chelsea enfrentou um adversário ideal - o Huddersfield só havia conquistado um pontos nos 11 últimos jogos da competição, e chegou ao Stamford Bridge com um jejum de cinco partidas sem marcar. O início intenso dos Blues se transformou em gol aos 16. Higuaín recebeu belo passe de Kanté na pequena área e enfiou o pé para vencer Lössl e abrir o placar.

O Huddersfield conseguiu crescer na partida, principalmente pelas atuações de Billing e Aaron Mooy, e chegaram a equilibrar a partida em Londres. Aos 27, o treinador Jan Siewert precisou fazer uma alteração, com a contusão de Mbenza, que foi substituído por Mounié. A reação dos Terriers porém, foi atrapalhada por um pênalti mal marcado pelo árbitro Paul Tierney aos 44, quando Azpilicueta caiu após dividida com Kachunga fora da área. Hazard não desperdiçou a chance e fez 2 a 0 já perto dos acréscimos.

O gol no fim da etapa inicial foi um golpe que o Huddersfield não conseguiu digerir. Mais confiante, o Chelsea sofreu muito pouco na segunda etapa. Aos 21, os Blues mataram o jogo. Barkley deu belo passe no meio da defesa dos Terriers e Hazard tirou de Lössl para fazer 3 a 0. Três minutos depois, Higuaín recebeu de Kanté na entrada da área, finalizou bonito e a bola desviou em Kongolo antes de encobrir o goleiro e fazer o quarto.

Sarri usou os minutos finais para dar rodagem ao elenco, utilizando Kovacic, Hudson-Odoi e Loftus-Cheek do banco de reservas. Já aos 41, em cobrança de escanteio de Willian, David Luiz desviou de cabeça e a bola bateu em Kachunga antes de morrer na rede e fechar o placar: 5 a 0.

O Chelsea volta a campo no próximo domingo (10), quando visita o vice-líder Manchester City, às 14h. Um dia antes, no sábado (9), o Huddersfield tem mais um confronto complicadíssimo diante do Arsenal, em casa, às 13h. Partidas no horário de Brasília.

VAVEL Logo