Borussia Dortmund empata com Hoffenheim e vê diferença para o Bayern diminuir
Foto:Divulgação/Borussia Dortmund 

Borussia Dortmund empata com Hoffenheim e vê diferença para o Bayern diminuir

Partida movimentada, com seis gols, mostrou duas equipes que dentro de suas características, têm deficiências sim mas também muitas qualidades

bernardocald21
Bernardo Drummond

Borussia Dortmund e Hoffenheim se enfrentaram neste sábado (09), no Signal Iduna Park, pela 21ª rodada da Bundesliga. A partida parecia que seria facilmente dominado, de fato foi, mas apenas no primeiro tempo, e em uma pequena parte do segundo.

Quando os visitantes conseguiram propor seu jogo  após a entrada principalmente de Belfodil, alcançaram um surpreendente empate. O placar da partida foi 3 a 3, com os gols marcados por, SanchoGötzeGuerreiroKaderábek Belfodil, duas vezes.

Os aurinegros com o empate viram a chance do vice-líder, Bayern de Munique, diminuir para cinco pontos, e para que isso não aconteça, se vê forçado a torcer para seu maior rival, Schalke 04, que enfrenta o Bayern, hoje.

Os donos da casa começaram a partida em marcha lenta e logo aos 4 minutos, o Hoffenheim conseguiu dois escanteios seguidos, assustando o Dortmund, pois os três zagueiros (Hübner, Posch, Bikakcic) e Joelinton no ataque, demonstravam grande perigo para a defesa adversária.

Mas não demorou muito para o Borussia acordar, aos 10' Sancho, consegue uma boa arrancada e arriscou para o gol, porém tem seu chute bloqueado pela defesa adversária.

Os aurinegros continuaram em pressão máxima, mas encontravam dificuldades de penetrar a trinca defensiva montada por Julian Nagelsman. Aos 21' Witsel arriscou um chute e acabou errando o alvo.

Entretanto a proposta de jogo do Hoffenheim é exatamente o contra-ataque em velocidade, com Schulz e Kaderábek pelas alas buscando muita das vezes Kramaric e Leonardo Bittencourt mais centralizados. Assim aos 24', Kramaric tentou uma jogada de velocidade pela ponta e sofreu uma falta, que quando cobrada, ofereceu muito perigo ao gol de Bürki.

Sancho de fato era a válvula de escape da equipe mandante, sempre buscando o drible para clarear as jogadas e gerar perigo, inicialmente pelo lado direito, sempre com liberdade para flutuar pelo ataque. Dessa forma aos 31', em boa trama com Lukasz Piszczek, Sancho marcou seu oitavo gol na Bundesliga, abrindo o placar para os comandados de Lucien Favre.

O tento teve um impacto imediato na equipe do Hoffenheim, perdeu um pouco do foco, o que possibilitou que os aurinegros crescessem na partida. Aos 38', Hakimi faz bela jogada individual e arrisca para a difícil defesa de Baumann.

Os mandantes pareciam incansáveis. Aos 42', em boa jogada pelo centro, Witsel descolou um bom passe para a finalização de Sancho, e mais uma grande defesa de Oliver Baumann. Porém no rebote, Götze, apareceu de surpresa e só teve o trabalho de empurrar a bola pro segundo gol do seu time, selando o bom primeiro tempo feito pelo Dortmund.

Para a segunda etapa, Nagelsman fez as alterações que mudaram o jogo para a equipe de Sinsheim. Entrada de Geiger no lugar de Demirbay, e de Belfodil no lugar de Kramaric.

O Hoffenheim com uma outra postura atacava muito os mandantes. Aos 50', Kaderábek perdeu uma boa chance, após escanteio cobrado por Dennis Geiger.

Logo em seguida, aos 55', Joelinton perdeu uma chance clara de gol após um cruzamento de Kaderábek. Grande defesa de Bürki.

A pressão era muito grande e o Dortmund parecia perto de sofrer o primeiro gola naquela partida. No minuto 61', Belfodil exige mais uma grande defesa de Bürki, em uma jogada de Joelinton pela esquerda.

Porém quando ninguém imaginava, em uma aula de contra-ataque, Sancho faz uma jogada maravilhosa com Guerreiro, que tabela dentro da área e aos 65' o português amplia para os donos da casa.

Aos 74', Belfodil se livrou da marcação, chut no meio da área no canto esquerdo de Bürki, vencendo o arqueiro suiço, diminuindo a vantagem. 3 a 1.

A entrada de Alcácer no Dortmund parecia dar um novo ar ao ataque, e aos 79', em uma jogada bem trabalhada, Guerreiro arriscou e Baumann defendeu bem.

O jogo parecia se complicar cada vez mais pros donos da casa, e aos 82', em cruzamento de Grillitsch, Kaderábek subiu mais que a defesa marca o segundo para o Hoffenheim.

Aos 87', em jogada das duas principais substituições de Julian Nagelsman, Geiger cobra a falta com maestria e Belfodil, de novo, de cabeça, empata o jogo no Signal Iduna Park, para o desespero dos torcedores aurinegros.

O Borussia Dortmund que tem o compromisso contra o Tottenham, na Inglaterra, necessita rever algumas estratégias de defesa em bolas aéreas, sofreu demais com isso no jogo todo. Destaque para Sancho, que foi o homem do jogo, sempre perigoso. O Hoffenheim mostrou um grande poder de reação, e Nagelsman acaba tendo novas dúvidas sobre quem deveriam ser os onze iniciais.

VAVEL Logo