Alemanha abusa de erros defensivos e cede empate contra Turquia
Foto: reprodução Twitter DFB

Em uma das poucas janelas de amistosos de seleções europeias, Alemanha e Turquia se enfrentaram em Colônia, na frente de 300 espectadores. Apesar do grande histórico favorável a seu favor (14 vitórias em 20 jogos) a Alemanha cometeu erros defensivos e cedeu o empate por 3 a 3 logo ao término da partida, quando já havia aberto mão de atacar para se manter na defesa e tentar garantir o resultado.

Equilíbrio e gol no final

Nos primeiros momentos da partida a Alemanha já buscou pressionar a saída de bola turca e chegar ao ataque com rápidas trocas de passe para tentar obter a vantagem no placar desde cedo. O plano apenas não se concretizou logo aos seis minutos por que o hoje capitão Julian Draxler estava impedido quando pegou uma sobra de bola para abrir o placar. 

Apesar de sofrerem a pressão dos adversários e de terem um pouco menos da posse de bola nos primeiros trinta minutos de jogo (54% - 46%), os turcos conseguiram finalizar tanto quanto os alemães e acertaram o alvo duas vezes, mas sem levarem perigo ao goleiro Bernd Leno. Já do lado da Alemanha, Julian Brandt até conseguiu finalizar com perigo depois de uma boa troca de passes pela esquerda e, posteriormente, Luca Waldschmidt se aproveitou de um erro de saída para arriscar, mas ambos tiveram seus chutes defendidos por Mert Günok.

Com o prosseguir do jogo, a seleção alemã passou a ter mais domínio, chegando a oito finalizações contra a meta turca. No entanto, o placar foi aberto apenas aos 45’ do primeiro tempo, quando Draxler recebeu uma ótima bola de Kai Havertz e finalizou na saída do goleiro.

Gol de estreante e erros defensivos

A Turquia mostrou que não havia desistido do jogo logo no começo do segundo tempo. Aos 4’, após boa jogada, Ozan Turfan girou para sair fácil da marcação e finalizar por cobertura sem chances para Bernd Leno, empatando o jogo em 1 a 1. 

Mesmo após sofrer o gol, os alemães não diminuíram seu ritmo e aos 58’ o estreante Florian Neuhaus recebeu a bola de frente para o gol após boa triangulação e colocou a Mannschaft à frente do placar novamente. 

Agora vencendo, os alemães buscavam manter a saída de bola e usavam as eventuais subidas turcas para criarem boas chances para contra-atacar em velocidade pelas laterais e então passarem a bola para o meio da área para a finalização, mas quem marcaria o próximo gol seria a Turquia, quando o ponta Efecan Karaca se utilizou de um jogo de corpo no Neuhaus na saída de bola, tomou a posse e finalizou no canto do Leno.

A Alemanha manteve seu ritmo de jogo e aos 81’ conseguiu tomar a frente do placar novamente, quando Luca Waldschmidt recebeu uma bola cruzada no meio da área e bateu com força. O goleiro Günok até tocou nela, mas não conseguiu mudar o trajeto a ponto de tirá-la da rota do gol.

Aos 85’, o técnico Joachim Löw optou por reforçar ainda mais a sua defesa para buscar garantir a vitória ao trocar o meia Julian Brandt pelo zagueiro Niklas Stark e armar uma linha de cinco defensores. A medida chamou a aguerrida seleção turca para o ataque e o empate apenas não ocorreu de imediato por que a bola finalizada pela Turquia encontrou o travessão. Porém, aos 94’, após uma falha de marcação coletiva da defesa alemã, Kenan Karaman fez boa troca de passes com Abdüllkadir Ömur e finalizou para empatar a partida.

Este foi o terceiro empate seguido dos comandados pelo técnico Joachim Löw, que ainda não teve a competência necessária para fazer a sua equipe vencer no ano de 2020.

Próximos compromissos

No próximo final de semana, tanto alemães como turcos voltam a jogar pela UEFA Nations League. A Alemanha jogará contra a Ucrânia fora de casa no sábado e a Turquia enfrentará a Rússia no domingo.

VAVEL Logo