Cádiz derrota Barcelona e sai da zona de rebaixamento de LaLiga
Foto: Divulgação/Cádiz

Desde que retornou à elite do futebol espanhol, na temporada 2020-21, o Cádiz é o algoz do Barcelona. A equipe de Andaluzia não perde há quatros jogos. Pela 31ª rodada de LaLiga, os Piratas venceram os Culés por 1 a 0, com gol de Lucas Pérez, mas com papel essencial do goleiro Ledesma, no Camp Nou.

Piratas desperdiçam chance de ouro

Ainda com a ressaca da eliminação da Europa League, o Barça ainda visava a primeira vitória contra os Piratas, que não conseguiram fazer desde que conseguiram o acesso. Foram dois empates e uma derrota.

Para isso, antes do cronômetro chegar no primeiro minuto, Memphis arrancou pelo meio e mandou à direita do gol. Em jogo acelerado com Dembélé, que deixou o marcador para trás, invadiu a área e chutou em cima de Ledesma na primeira trave. De Jong pegou a sobra, tocou para Ferran Torres. O atacante não pegou direito e a bola saiu rente à trave. 

O camisa 19 acabou sendo acionado por Gavi. No entanto, foi fominha, e cercado na ponta esquerda, acabou sendo desarmado por José Mari. Os Piratas começaram a gostar da partida e mudaram o ritmo. Lucas Pérez enfiou Espino dentro da área. O goleiro se antecipou para abafar. Por pouco o lateral não chegou.

Aos 26’, Sobrino é colocado para correr, se livrou de Alba e cruzou rasteiro. Lucas Pérez, na cara do gol, desperdiçou grande oportunidade ao mandar para fora. A equipe blaugrana rodava a bola, mas tinha dificuldades de acertar o alvo. A habilidade individual, precisamente de Dembélé, acabaria com tal fato. O francês deixou Jönsson no chão, passou por Fali e chuta cruzado. Ledesma salva com uma das mãos. 

Foto: Divulgação/Cádiz
Foto: Divulgação/Cádiz

Pérez na frente e Ledesma atrás

Lucas Pérez. O mesmo erro não foi cometido e, dessa vez, colocou a bola dentro do gol quando teve a oportunidade. Sobrino recebeu lançamento na área. Ele desviou de cabeça na pequena área e Ter Stegen defendeu. Lucas Pérez finalizou no rebote, mas o goleiro salvou novamente. A redonda voltou para o atacante, que colocou balançou as redes.

Os Culés tinham o domínio a favor e rodavam a meta adversária. A grande dificuldade era ter alguém para infiltrar na área. Xavi mexeu no time, sem ser ousado, trocou Memphis por Aubameyang. Dembélé era o principal destaque no sistema ofensivo. Criou duas oportunidades, obrigando Ledesma a fazer a intervenção. 

Sergio González também fez suas mudanças, nas quais surtiram efeito. Alejo, que saiu do banco, cruzou na medida para Álex Fernández. O camisa 8 teve o tempo para dominar, optou por bater de primeira e tirou tinta da trave. A pressão dos Culés seguia. Desta vez, com uma peça fixa dentro da área: Luuk de Jong. Após cobrança de escanteio, o holandes desviou na primeira trave. Ledesma não conseguiu segurar e salvou com a cabeça. 

Eric García resolveu soltar um foguete da entrada da área.  O goleiro segurou firme. Essencial para o triunfo, o dono do camisa 1 evitou o empate em chute de chapa de Aubameyang. 

Classificação e próximos jogos

Com a vitória, o Cádiz ganha duas posições e sai da zona de rebaixamento. Agora, é o 16º colocado, somando 31 pontos. Já o Barcelona segue na vice-liderança, com 60.

Ambos os times retornam a campo na próxima quinta-feira (21). Os Piratas irão enfrentar o Athletic Bilbao, às 15h (de Brasília), enquanto os Culés contra a Real Sociedad, às 16h40 (de Brasília).

VAVEL Logo