De volta ao Bayern, Jupp Heynckes garante confiança em trabalho: "Podemos voltar a ganhar"

Em sua quarta passagem pela equipe bávara, treinador que deixou aposentadoria foi oficialmente apresentado e afirmou estar ansioso pelo desafio de reanimar ambiente do clube

De volta ao Bayern, Jupp Heynckes garante confiança em trabalho: "Podemos voltar a ganhar"
Foto: TF-Images/Getty Images

Jupp Heynckes saiu da aposentadoria para voltar ao Bayern de Munique e recolocar o time nas primeiras posições, acalmar os ânimos e fazer com que os bávaros trilhem o caminho das vitórias de novo. A quarta passagem do treinador de 72 anos de idade pelo maior vencedor do futebol alemão começou nesta segunda-feira (9). Heynckes concedeu entrevista coletiva ao lado dos principais diretores e comandou o primeiro treinamento em seguida, oportunidade tida para reencontrar alguns comandados da última passagem, encerrada na metade de 2013. O evento de apresentação aconteceu na Allianz Arena, em Munique.

+ De volta à casa! Jupp Heynckes abandona aposentadoria e assume Bayern de Munique

+ Crise em Munique: Jupp Heynckes poderá acabar com má fase do Bayern?

A entrevista começou com falas do presidente Uli Hoeness. O principal mandatário mostrou bastante contentamento em ter o multicampeão de volta ao comando técnico. “Estou feliz que um dos melhores amigos voltou ao Bayern”, disse. Quem também falou sobre a vinda de Jupp foi o diretor Karl-Heinz Rummenigge. “É o treinador ideal para a situação em que estamos. Heynckes conhece o Bayern de dentro para fora, é o homem certo para a sua experiência. Ele é o homem que sabe o que precisa fazer, como liderar esse time e como recuperá-los”, afirmou.

Heynckes ao lado dos principais diretores do Bayern (Foto: Anadolu Agency|Getty Images)

Jupp Heynckes e Bayern de Munique têm histórias entrelaçadas. Algumas das maiores conquistas nacionais e internacionais do time ocorreram por causa do experiente treinador. Foram três títulos da Bundesliga (1989, 1990 e 2013), três Supercopas da Alemanha (1987, 1989 e 2012), uma Copa da Alemanha (2013) e uma Uefa Champions League (2013). Além disso, oito jogadores do elenco que conquistou a tríplice coroa quatro anos atrás permanecem na equipe, o que pode facilitar o trabalho na remontada durante o início de temporada. Atender a um pedido dos bávaros foi irrecusável, como o próprio técnico disse ao ser questionado sobre isso na coletiva de apresentação.

“Em 2013, tomei a decisão de não continuar como treinador. Porém, Hoeness e Rummenigge pediram para eu assumir o cargo de treinador por um tempo limitado. Estou ansioso para o desafio. Eu sei como lidar com os jogadores, como eu tenho que trabalhar com eles e estou confiante de que podemos voltar a ganhar. O retorno é primariamente pelo Bayern. Eu tenho muito a agradecer ao Bayern, pois foi o trampolim para a minha carreira internacional. O desafio me atrai e estou muito feliz com isso”, disse.

Heynckes em seu primeiro treino (Foto: Jan Hetfleisch|Bongarts|Getty Images)

Antes de comandar a primeira atividade em Säbener Strasse, Jupp Heynckes fez uma avaliação do elenco do Bayern e o que pretende fazer para atingir as metas desenvolvidas na pré-temporada e principalmente em seu novo desembarque ao clube. “Nossa equipe tem potencial e qualidade. Preciso provocar isso com os jogadores e recuperá-los. O importante é que os jogadores redescubram a confiança em suas próprias habilidades. Vamos restaurar a disciplina para o nosso jogo e aliviar a situação, diminuir as coisas e ficar calmo. Só podemos nos fortalecer ao ficarmos calmos. Há muito trabalho a fazer”, concluiu.

A reestreia de Heynckes à frente do Bayern será neste sábado (14), quando o time encara o Freiburg às 10h30 da manhã, na Allianz Arena, pela oitava rodada da Bundesliga 2017-18. Na competição nacional, o time está na segunda posição, com 14 pontos conquistados, cinco atrás do invicto líder Borussia Dortmund.