Por recuperação e regularidade na temporada, Borussia Dortmund e Hoffenheim se enfrentam

Na última rodada antes da pausa de inverno, equipes vão a confronto direto visando se firmar na parte da cima da tabela; Aurinegros buscam a segunda vitória consecutiva, já os Die Kraichgauer esperam melhorar o desempenho fora de casa

Por recuperação e regularidade na temporada, Borussia Dortmund e Hoffenheim se enfrentam
(Foto: TF-Images/Getty Images)
Borussia Dortmund
Hoffenheim
Borussia Dortmund: Bürki; Toljan, Sokratis Papastathopoulos, Toprak e Schmelzer; Weigl, Kagawa e Sahin; Yarmolenko, Aubameyang e Pulisic. Técnico: Peter Stöger
Hoffenheim: Baumann; Posch, Vogt e Hübner; Kaderábek, Grillitsch, Demirbay e Zuber; Amiri, Gnabry e Uth. Técnico: Julian Nagelsmann.
ÁRBITRO: Harm Osmers (ALE)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 17º rodada da Bundesliga, a ser disputada no Signal Iduna Park, em Dortmund, às 15h30 deste sábado (16).

Neste sábado (16), às 15h30, Borussia Dortmund e Hoffenheim irão medir forças no Signal Iduna Park, em Dortmund, partida válida pela 17ª rodada da Bundesliga 2017-18. Mesmo que de forma inconsistente, as duas equipes estão na parte de cima da tabela, e farão grande duelo em busca do triunfo.

O Borussia Dortmund, que ocupa a sexta posição da Bundesliga, não vencia há cerca de dois meses e meio, mas após nove rodadas, voltou a vencer na útlima rodada, diante do Mainz 05, pelo placar de 2 a 1 fora de casa, na Opel Arena. Na partida que marcou a estréia do novo técnico Peter Stöger, o BVB já demonstrou uma diferença significativa em campo, valorizando mais a posse de bola e, marcando de forma baixa, corrigindo uma das grandes falhas do clube aurinegro, a marcação elevada, que sobrecarregava o meio-campo fazendo que a equipe ficasse vulnerável a contra-ataques.

Histórico anima aurinegros

Até o mometo, em toda a história do confronto entre Borussia Dortmund e Hoffenheim, os aurinegros levam a melhor, em 20 partidas disputadas, nove vitórias são da equipe de Dortmund, contra quatro vitórias do Hoffenheim, além de sete empates. Na última temporada, o BVB venceu o Hoffenheim por 2 a 1 em Dortmund, com gols de Marco Reus e Pierre-Emerick Aubameyang.

O Hoffenheim não vence o Borussia Dortmund desde a temporada 2012-13, quando na última rodada da temporada, venceu os aurinegros em pleno o Signal Iduna Park, por 2 a 1, partida que teve um fato inusitado, após pênalti seguido de expulsão cometido pelo goleiro Roman Weidenfeller, o então ex-jogador do clube, Kevin Großkreutz foi quem vestiu as luvas e foi para a meta aurinega, sofrendo o gol de pênalti de Sejad Salihovic.

Jogadores do BVB comemorando a vitória diante do Hoffenheim na temporada 2016-17 (Foto: TF Images
Jogadores do BVB comemorando a vitória diante do Hoffenheim na temporada 2016-17 (Foto: Getty Images Sport/TF-Images)

Estreia de Peter Stöger diante dos aurinegros

Recém chegado ao Borussia Dortmund, o técnico Peter Stöger participou de entrevista coletiva na última quinta-feira (14), deixou seu ponto de vista sobre a partida diante do Hoffenheim, que ocorrerá neste sábado (16), e relatou sobre a vitória diante do Mainz na última rodada.

"Com o decorrer do jogo em Mainz nós conseguimos dominar a partida, tivemos mais calma com a bola. Espero que possamos levar essa atitude para o jogo contra o Hoffenheim. É claro que estou muito ansioso para o primeiro jogo em casa. Após a vitória contra o Mainz podemos ir a essa partida com uma sensação positiva", disse Stöger.

O treinador não poderá contar com muitos jogadores que estão no departamento médico. Os laterais Piszczek e Durm, os meio-campistas Gonzalo Castro, Sebastian Rode e Larsen, além dos atacantes Marco Reus, Philipp e André Schürrle não podem jogar por lesão e entram em campo apenas em 2018.

Peter Stöger instruindo Jeremy Toljan, na partida diante do Mainz 05 (Foto:
Peter Stöger instruindo Jeremy Toljan, na partida diante do Mainz 05 (Foto: Getty Images Sport/TF-Images)

Batalha contra inconsistência

Apesar de atualmente ocupar a quinta posição da Bundesliga, o Hoffenheim é bastante inconsistente na competição, ou seja, não consegue manter bons resultados consecutivamente, com cinco vitórias, três empates e quatro derrotas, a equipe da cidade de Sinsheim rumará a Dortmund em busca da vitória, algo que não consegue diante da equipe aurinegra há quatro anos.

A inconsistência dos Hoffs se torna algo a ser discutido quando o clube consegue vencer bem diante de concorrentes na parte de cima da tabela, como Bayern de Munique e Schalke 04, mas perdem para equipes que lutam contra o rebaixamento, como ocorreu diante do Hamburgo e do Freiburg.

Nagelsmann e Uth comemorando o gol do atacante, que deu a vitória
Nagelsmann e Uth comemorando o gol do atacante, que deu a vitória ao Hoffenheim diante do Stuttgart (Foto: Alexander Scheuber/Bongarts/Getty Images)

O técnico Julian Nagelsmann de 30 anos, sem dúvidas é dos principais fatores da equipe do Hoffenheim, apesar de jovem, Julian impõe seu estilo de jogo, e já é observado por clubes como Bayern de Munique e o próprio Borussia Dortmund, adversário deste sábado (16).

Na última rodada, o Hoffenheim jogou em casa e superou o Stuttgart por 1 a 0, com gol salvador do atacante Mark Uth, que faz grande temporada, Uth tem oito gols em 15 partidas disputadas na competição, e já foi elogiado diversas vezes pelo treinador. Diante do Dortmund, o comandante técnico já definiu a missão para o duelo da tarde deste sábado. "Temos que dar o nosso máximo. Afinal, é a última partida antes da pausa de inverno", explicou Nagelsmann.

São quatro os desfalques da equipe. Sandro Wagner e Ochs estão contundidos, enquanto Geiger e Szalai cumprem suspensão automática.