Com a presença de várias gerações vitoriosas, São Paulo inaugura 'Caminho dos Ídolos'

Evento ocorreu na noite de terça feira no Morumbi

Com a presença de várias gerações vitoriosas, São Paulo inaugura 'Caminho dos Ídolos'
Foto: Saopaulofc.net

Na noite de terça feira (7), o São Paulo inaugurou o caminho dos ídolos. Esse caminho contem os 99 maiores ídolos, jogadores e ex jogadores que foram vitoriosos na história do clube paulista. Além de marcar o reencontro de muitas lendas da história do clube, pode ocasionar uma interação entre várias gerações que vestiram a camisa do clube paulista.

"Só um grande clube como o São Paulo poderia realizar um evento como este. Diferentes gerações confraternizarem e resgatarem momentos vitoriosos do clube. Mais uma vez, o São Paulo reconheceu os ídolos e nos emocionou", disse Peixinho, primeiro a marcar um gol no Morumbi em 1960.

+ São Paulo acerta contratação do meia-atacante Everton Felipe, ex-Sport

Na noite da estreia, a atração contou com presenças de Muricy Ramalho, Cafu, Lugano, Kaká e muitos outros ídolos são paulinos. 

"Muito legal participar de um evento como esse. Hoje é dia de chegar em casa e falar aos filhos que participei da história de um dos maiores clubes do mundo", disse o ex jogador Silas.

"Fico muito feliz de receber essa homenagem e fazer parte desses 99 campeões", declarou o Cafu.

Os ex jogadores presentes puderam marcar os seus pés no solo, onde ficaram expostos eternamente. Peças como Chulapa, que fez parte da campanha tetracampeão do São Paulo no Campeonato Brasileiro em 2006, 2007 e 2008 marcou presença para prestigiar a ação feita pelo clube.

Lugano, hoje diretor de futebol do clube, teve uma bela história no clube e não conseguiu esconder a sua alegria e satisfação pela iniciativa feita pelo clube no Morumbi.

"Esse encontro nos fez sentir uma energia muito forte, com um sentimento difícil em expressar em palavras. Sempre sonhei com a oportunidade de jogar em um grande clube, e o São Paulo tem esse histórico de reconhecer campeões.Tenho certeza de que a torcida se orgulha disso, com campeões de diferentes épocas que marcam a história do clube. Todos reunidos e com o sentimento de gratidão pela instituição. O São Paulo é um clube diferente, que reconhece quem se entregou por esta camisa. E que siga assim no futuro, com novas gerações vitoriosas", finalizou.