Atlético-MG leva susto no início, mas vira partida e goleia Sport no Independência
(Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Atlético-MG leva susto no início, mas vira partida e goleia Sport no Independência

Galo volta a jogar bem depois de derrota fora de casa e se mantem na 7ª colocação, a 4 pontos do Flamengo

gabriel_oandrea
Gabriel Andrea

Pela 27ª rodada do Brasileirão, Atlético-MG e Sport entraram em campo em regiões diferentes da tabela mas com uma necessidade em comum: a vitória a qualquer custo. O time da casa vinha de uma derrota fora de casa no último jogo, quando perdeu por 1 a 0 para o rival Flamengo, no Rio de Janeiro. Já o desesperado Sport veio para a partida sem vencer há quatro jogos e figurando na vice-lanterna.

O Galo só teve uma mudança em relação ao último jogo, isso porque Cazares entrou na vaga de Tomás Andrade. O time do Sport também veio pouco mudado: dentro de campo, o time teve o retorno do meia Michel Bastos e, no banco de reservas, a estreia do técnico Milton Mendes, contratado na semana passada.

O jogo já começou dando todos os indícios de que seria bastante elétrico. Aos 6 minutos do primeiro tempo, depois de bom cruzamento de Marlone, Leonardo Silva se atrapalhou na grande área e escorou de cabeça no primeiro pau contra a própria meta, abrindo o placar para o Leão.

Mas a recuperação do Atlético já veio aí. Apenas um minuto depois, em excelente contra-ataque do time alvinegro, Elias empatou o jogo no Independência com uma ótima assistência de Chará. Tudo se igualava em um jogo movimentadíssimo no Horto.

+ Confira ofertas de nosso parceiro Futfanatics

Em jogada de Chará, aos 25 minutos de jogo, Ricardo Oliveira mandou a bola na mão de Durval. Penalty e a chance do Atlético de virar a partida. Fábio Santos cobrou com categoria, no meio do gol, e virou o jogo para o time alvinegro.

E a porteira se abriu de vez. Dois minutos mais tarde, um golaço do Atlético. Em bola invertida de Cazares para Emerson, o lateral contou com a sorte para driblar Sander, dar uma embaixadinha e chutar de canhota com força e perfeição. Era o 3º para o time de Largui.

Um minuto depois, depois de um vacilo imenso de Durval, Cazares roubou a bola do zagueiro na grande área e fez o quarto gol do Atlético. Tudo dando certo para o time mineiro. Com menos de 30 minutos de jogo, o time da casa já goleava.

E não era a tarde de Durval. Depois de falta dura em Ricardo Oliveira, o defensor levou seu segundo cartão amarelo e foi expulso. A situação ficou quase impossível para o time nordestino, que tinha 3 gols de desvantagem e um jogador a menos.

E a pressão manteve-se assim até o final do primeiro tempo, embora o Atlético não tenha conseguido aumentar o placar no Independência. Raul Prata entrou no lugar de Rafael Marques para recompor a zaga do Leão. Depois do apito do juiz, estava claro e aparente no semblante dos jogadores do Sport que Milton Mendes teria muito trabalho e correções para fazer durante o intervalo.

O Sport voltou taticamente alterado para a segunda etapa. Mesmo com um jogador a menos em campo, trocava passes com inteligência e se recompunha bem lá atrás. Aos 12 minutos, Michel Bastos diminuiu de cabeça. Mesmo assim, era difícil acreditar na reação da equipe visitante.

+ Confira ofertas de nosso parceiro Futfanatics

O Atlético recuperava-se gradualmente, com o grande apoio de sua torcida. E a resposta veio rápido. Aos 25 minutos, Ricardo Oliveira ampliou para o Atlético, que voltou a crescer na partida. Depois do 5º gol, o time alvinegro continuou com suas linhas bem altas, fazendo grande pressão no time do Sport, que tinha apenas os contra-ataques para tentar agredir a equipe da casa. E foi assim até o final do segundo tempo.

Foi uma partida bem atípica, em todos os aspectos. Foi o primeiro jogo em que o Atlético fez 5 gols no Campeonato Brasileiro deste ano. Com os 3 pontos ganhos, alcançou os 45 pontos e manteve a 7ª posição, abrindo 8 pontos de vantagem em relação ao primeiro time abaixo na tabela, o Cruzeiro; e 4 a menos que o Flamengo, atual 6º colocado.

O Sport afunda-se ainda mais. Com o mau resultado, o time de Recife ainda amarga a vice-lanterna da competição, com apenas 24 pontos na tabela.

VAVEL Logo