Rodolfo vira herói e Fluminense passa pelo Santa Cruz nos pênaltis na Copa do Brasil
(Foto: Lucas Merçon/FFC)

Rodolfo vira herói e Fluminense passa pelo Santa Cruz nos pênaltis na Copa do Brasil

Após derrota por 2 a 0 no tempo normal, o goleiro pega duas cobranças e classifica o Tricolor Carioca às oitavas de final

luca-tremonti
Luca Tremonti

Após vencer por 2 a 0 no Maracanã, o Fluminense foi até Pernambuco jogar contra o Santa Cruz pelo jogo de volta da quarta fase da Copa do Brasil. Em jogo aberto no Arruda, com 13 finalizações para cada lado, melhor para o Santa Cruz, que com apoio da sua torcida aproveitou melhor as oportunidades com e Pipico e devolveu o resultado do primeiro jogo. Nos pênaltis vitória do tricolor carioca que venceu por 3 a 2 e avançou para às oitavas de final.

Primeiro tempo movimentado

Com menos de um minuto de bola rolando, Pipico e Nino caíram na área, o atacante do Santa Cruz pediu pênalti, mas o juiz mandou seguir. A resposta do Flu veio aos 12 minutos, após lindo passe de Everaldo, Luciano perdeu uma chance cara cara. O santinha voltou a assustar aos 24 minutos quando Charles cobrou falta de muito longe e obrigou Rodolfo a fazer boa defesa.

O Santa Cruz pressionava a saída de bola do Fluminense e aos 28 minutos, depois de um erro do Airton, foi a vez de Augusto sair de cara com Rodolfo e soltar uma bomba no travessão. O time de guerreiros voltou a assustar com Yony González. Aos 37 minutos o colombiano recebeu um cruzamento de Everaldo e cabeceou com perigo pra fora. Mesmo com os dois times criando chances, eles foram para o intervalo com o 0 a 0 no placar

Santa Cruz aproveita as chance

O Flu voltou mais ligado no segundo tempo e com 2 minutos da segunda etapa criou duas chances com Yony e Bruno Silva, ambas sendo chutes para fora. O santinha ia para o ataque e dava espaços para o contra-ataque do Flu e, aos 11 minutos Yony serviu Luciano que obrigou o goleiro Anderson a realizar grande defesa. A cobra coral só voltou a mostrar sua força novamente aos 13 minutos Charles soltou outra bomba do meio da rua em uma cobrança de falta, que ainda tocou na ponta dos dedos do Rodolfo antes de explodir no travessão, no rebote Pipico com o gol vazio cabeceou por cima.

A resposta do Flu veio com Gilberto aos 17 minutos também com um chute de fora da área, obrigando Anderson a mais uma grande defesa. O jogo seguia aberto com ataque para os dois lados até que o Santa Cruz abriu o placar. Aos 27 minutos, após cobrança de falta de Charles, João Vitor desvia e , em posição duvidosa, de voleio abriu o placar.

A torcida do time da casa inflamou e dois minutos depois do primeiro gol Pipico fez o segundo. Augusto disparou e saiu cara cara com Rodolfo, o goleiro ainda conseguiu evitar o drible do atacante, mas ela sobrou para o camisa 9 com o gol aberto. Depois do 2 a 0 o jogo caiu de ritmo e a disputa por pênaltis ficou iminente.

Rodolfo herói

O Santa Cruz abriu a série de cobranças com Pipico e saiu na frente. O Flu empatou com Luciano. A segunda cobrança do Santa foi de Charles que isolou. O goleiro Anderson defendeu a cobrança de Gilberto e manteve a esperança para o time pernambucano. Na terceira cobrança Rodolfo apareceu defendendo a cobrança de Marcos Martins. O Flu ficou na frente quando Pedro converteu sua penalidade.

Os pernambucanos voltaram a empatar com Guilherme Queiroz. Airton deslocou Anderson para deixar o Flu novamente na frente. A última penalidade do Santa era de William Alves que precisava fazer para manter o time da casa vivo. O zagueiro bateu no meio do gol, mas Rodolfo ficou parado e apenas espalmou a bola classificando o tricolor das Laranjeiras para as oitavas de final. Final Fluminense 3 a 2 Santa Cruz

VAVEL Logo