Fluminense bate Grêmio no Maracanã e se mantém fora da zona de rebaixamento
Foto: Mailson Santana/FFC

Depois de uma véspera de jogo turbulenta, com invasão no Centro de Treinamento, o Fluminense recebeu o Grêmio no Maracanã, pela 22ª rodada precisando vencer para se manter fora da zona de rebaixamento.

Com um time alternativo pensando nas semifinais da Libertadores, o tricolor gaúcho deu trabalho, mas acabou sendo derrotado pelo tricolor carioca por 2 a 1, com gols de Nenê e Caio Henrique para o Flu, enquanto Patrick descontou para o Grêmio.

Grêmio melhor, mas Flu em vantagem

O, até então interino, Marcão comandou o time após a demissão de Oswaldo de Oliveira. O interino escalou um time mais ofensivo com apenas Allan de volante e Ganso e Daniel de meias, o que vinha acontecendo quando Fernando Diniz.

Logo aos seis minutos a estratégia deu certo. Daniel deu linda enfiada para Yony, que cruzou pra trás e encontrou Nenê, que mesmo chutando mascado não deu chances para o ex-tricolor Júlio César.

O gol no início teoricamente daria mais tranquilidade para os mandantes, mas não foi isso que aconteceu. Aos poucos o Grêmio equilibrou o jogo e dominou as ações. O Flu tentava sair jogando e numa dessas Ganso deu um presente para o adversário que obrigou Muriel a fazer uma grande intervenção.

Além disso André e Thaciano perderam boas chances, parando novamente em Muriel e para fora. O Flu chegou com João Pedro, sempre com bolas aéreas, mas sem perigo.

Alívio

O tricolor carioca repetiu o que havia feito no começo do primeiro tempo, um gol. Logo aos quatro minutos, após linda troca de passes, Yony ajeitou para Caio Henrique ampliar o marcador. 

Aos 13 minutos duas jogadas praticamente seguidas de possível pênalti para o Grêmio em um toque de mão. Uma com Gilberto e outra com Yuri. A do volante, que jogou improvisado na zaga, foi revisada pelo árbitro que deixou o jogo seguir.

O jogo seguiu morno até que Muriel parou Thaciano mais uma vez, mas no minuto seguinte não conseguiu parar Patrick que diminuiu o placar para os gaúchos.

Aos 40 minutos foi a vez do árbitro revisar um lance de possível pênalti para o Fluminense, dessa vez uma falta em João Pedro, mas também manteve a escolha do campo e deixou seguir.

Apesar dos nove minutos de acréscimos o time de Marcão conseguiu se segurar e conquistar os três pontos, que o mantém fora do Z4 por mais uma rodada.

VAVEL Logo