Após vitória no Dérbi, Luxemburgo analisa: "Tivemos o controle da
partida"
Foto: Palmeiras / Divulgação

Um Corinthians combativo e um Palmeiras cirúrgico e calculista, essa foi a tônica do clássico disputado na Neo Química Arena e vencido pelo time Alviverde. O Verdão bateu seu maior rival por 2 a 0, na noite desta quinta-feira (10), com gols de Luiz Adriano – de pênalti, após mão de Fagner, que resultou na expulsão do lateral corintiano – e Gabriel Verón, que havia entrado há pouco e aproveitou a boa jogada de Lucas Lima – destaque do Palmeiras hoje -, no contra-ataque, para fazer o placar definitivo e determinar o vencedor do clássico.

Vanderlei Luxemburgo escalou o mesmo time da última partida e o Palmeiras apresentou um bom futebol, para vencer o rival dentro de sua casa. Resultado que não acontecia desde 2018, na primeira final do Paulistão daquele ano. Depois do quarto Dérbi no ano, o empate se faz presente. São dois empates e uma vitória para cada um. Equilíbrio é uma das maiores marcas do clássico.

Na coletiva, pós-jogo, Vanderlei comentou a boa vitória palestrina: “Nós sempre tivemos o controle da partida, entendíamos bem o que o Corinthians ia fazer e conseguimos detectar bem. Eles não mudaram o desenho de jogo e nós conseguimos encaixar bem nosso jogo no deles. A marcação mais alta fez com que ocasionasse o erro do Corinthians. Meus times sempre foram leves, sempre tiveram essa característica e estou buscando isso, mas as vezes não dá para fazer isso e algumas pessoas não conseguem entender essa mudança”.

Alterações na escalação

Luxa também comentou sobre algumas alterações na escalação: “Em relação ao Lucas Lima eu coloquei ele consegue estar num espaço onde ele tem a segunda, terceira bola, pensar o jogo. Gosto muito de velocidade. O Wesley já amadureceu bem, veio amadurecendo nos treinos, entrou bem contra o Bahia, entrou bem no jogo passado, provocou situações desconfortáveis ao adversário. Coloquei o Gabriel Verón também”.

Sobre mais uma vitória sobre o Corinthians em Campeonatos Brasileiros, o professor comentou: “O Dérbi é um jogo diferente e tem que ser vivido de forma diferente. Todo jogador que joga aqui ou no rival, tem que saber que é um jogo diferente. Tem que jogar o momento, o passado ficou para trás. Ganhamos de uma grande equipe, na casa deles. Foi uma vitória muito importante”.

Atuações individuais

A respeito de Gabriel Verón e Wesley ele comentou: “Em relação ao Luiz Adriano: “Eu ia tirar ele antes da contusão, mas infelizmente não deu tempo. A lesão é muito precoce, mas já sabemos que, muito provavelmente, ele estará fora contra o Sport e contra o Bolívar (pela Libertadores). É um jogador muito importante. Se a bola chega, ele guarda”.

Lucas Lima também foi elogiado pelo técnico: “O Lucas Lima está se dedicando muito. Infelizmente por causa da pandemia vocês não tem acesso aos treinos, que estão sendo abertos. Eu dei uma mudada na equipe, encontrei um espaço para ele, onde ele possa flutuar sem alguém no encalço dele. Ele gostou desse jeito novo de jogar”.

Sobre as voltas de Felipe Melo e Marcos Rocha ele disse: “Ambos estão em transição física. Vamos ver como estarão as condições deles, mas quem entrou no lugar dos dois, foi muito bem. Vamos ter calma para não lesar o jogador de novo”.

A respeito da sequência do Verdão e uma possível mescla na escalação contra o Sport, Vanderlei disse: “Vamos viajar para a Bolívia logo após o jogo contra o Sport. Agora temos que ver o que o departamento de ciência vai nos oferecer, sobre como estará a condição de cada atleta, para podermos escalar o time”.  

O Palmeiras tem o Sport no Allianz Parque, pela décima rodada do Brasileirão e depois o Bolívar pela fase de grupos na Libertadores, grupo o qual o Palmeiras é líder com seis pontos.

VAVEL Logo