Líder do Campeonato Brasileiro ao lado do Flamengo com 63 pontos, o Palmeiras volta a campo na noite desta quarta-feira (29) para enfrentar o lanterna América-MG, às 21h30 no Allianz Parque.

No último fim de semana, o alviverde empatou fora de casa contra o Fortaleza, e viu a vantagem na liderança desaparecer com a vitória flamenguista diante do mesmo América-MG de logo mais.

Liderando a competição pelo saldo de gols, o clube paulista busca manter a ponta da tabela diante do adversário já rebaixado para a Série B e que não vence há 14 jogos. A última vez que o América-MG conquistou três pontos foi em setembro, quando derrotou o Santos por 2 a 0.

O Coelho, que não tem mais nenhuma pretensão no campeonato, quer encerrar sua participação na Série A de 2023 de forma digna. A equipe, que ainda não triunfou fora de casa, busca o resultado que pode embolar ainda mais a briga pelo título.

Além da distância entre as equipes na tabela de classificação, a partida de hoje coloca frente a frente o time de melhor ataque da competição (Palmeiras, 58 gols marcados) contra a equipe de pior defesa (América-MG, 74 gols sofridos).

O histórico do confronto entre as duas equipes é favorável ao time paulista. Em 26 jogos oficiais disputados, o Palmeiras venceu 15 vezes, enquanto que o América-MG superou o adversário em apenas duas oportunidades, além de nove empates.

Pela Série A do Brasileirão, o Coelho busca algo inédito logo mais: vencer o Palmeiras fora de casa. O único triunfo americano como visitante aconteceu em 2013, quando as duas equipes disputavam a segunda divisão do campeonato nacional.

  • Tropeços podem aproximar clube paulista do título

O Palmeiras entrará em campo logo mais já sabendo o resultado da partida entre Flamengo x Atlético-MG, dois concorrentes ao título. No mesmo horário do confronto no Allianz, o Botafogo jogará fora de casa contra o Coritiba.

Em caso de empate no jogo do Maracanã e triunfo palmeirense, a vantagem na liderança pode subir para dois pontos. Caso o rubro-negro carioca perca e o time paulista leve a melhor diante do Coelho, a vantagem subirá para três pontos.

Por outro lado, um empate ou derrota em casa pode ocasionar a perda da liderança para Flamengo ou Botafogo, dependendo dos resultados das duas equipes na rodada. 

Segundo o Departamento de Matemática da UFMG, o Palmeiras tem 55,4% de chances de ser campeão brasileiro, contra 19,2% do Fla e 18,1% do alvinegro carioca.

  • Alviverde tem desfalque dentro e fora de campo

O técnico Abel Ferreira e o auxiliar João Martins não poderão estar à beira do gramado para comandar a equipe logo mais. Abel levou o terceiro cartão amarelo nos acréscimos da partida contra o Fortaleza, enquanto que João levou o vermelho por reclamação.

Entre os jogadores, o Palmeiras não poderá contar com o zagueiro e capitão Gustavo Gomez, expulso no fim de semana, e o lateral direito Mayke, que cumprirá suspensão pelo acúmulo de cartões amarelos.

Com isso, a equipe pode ter uma série de mudanças na formação inicial. Marcos Rocha, que atuou improvisado na zaga na última rodada, pode ocupar a lateral direita. Na zaga, caso Luan não esteja à disposição, Piquerez pode ser improvisado para atuar ao lado de Murillo e Kaiky Naves.

Caso o esquema com três zagueiros seja mantido, outra novidade nos 11 iniciais pode ser a entrada de Vanderlan para ocupar o lado esquerdo do meio de campo caso Piquerez seja recuado para a defesa.

Provável escalação: Weverton; Naves, Murilo e Piquerez; Marcos Rocha, Zé Rafael, Richard Ríos, Raphael Veiga e Vanderlan; Endrick e Breno Lopes.

  • Capitão volta ao time titular no Coelho

Após cumprir suspensão na derrota para o Flamengo, o meia Juninho volta a ficar à disposição do treinador Diogo Giacomini. Com isso, o camisa 8 do América-MG deve assumir a titularidade novamente e entrar no lugar de Alê.

Em busca da primeira vitória como visitante, a equipe que vai a campo não deve ter outras alterações, mantendo assim a formação inicial que atuou no último domingo no Parque do Sabiá.

Provável escalação: Jori; Daniel Borges, Éder, Júlio e Marlon; Lucas Kal, Juninho e Martínez; Everaldo, Felipe Azevedo e Mastriani.

  • Arbitragem

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO);

Assistente 1: Leone Carvalho Rocha (GO);

Assistente 2: Lehi Sousa Silva (DF);

VAR: Rodolpho Toski Marques (VAR-PR).

VAVEL Logo
Sobre o autor