Liverpool pressiona, mas Southampton se segura e desbanca líder da Premier League
Foto: Divulgação/Liverpool

Valendo pela 17ª rodada da Premier League, o Southampton recebeu o Liverpool no St. Mary’s Stadium e lá saiu vencedor com gol logo aos dois minutos de Danny Ings.

A partida que ocorreu na última segunda-feira (4) teve muita pressão do Liverpool, que não traduziu isso em gols.

Estratégias

Para segurar o Liverpool, Hasenhuttl entrou com duas linhas de quatro, com Walker-Peters, Bednarek, Stephens e Bertrand na defesa. No meio tinha Armstrong, Ward-Prowse, Diallo e Djenepo. No ataque estavam Walcott e Ings.

Klopp, com problemas para armar a defesa, entrou bastante ofensivo, na sua clássica 4-3-3. Alexander-Arnold, Henderson (!), Fabinho e Robertson ficaram na defesa. Thiago, Ox-Chamberlain e Wijnaldum faziam o meio e Mané, Salah e Firmino estavam no ataque.

A partida

E a partida começou com emoção! Logo aos dois minutos, Ward-Prowse bateu uma falta para a esquerda, onde estava Ings, que bateu por cima de Alisson e mandou a bola para o fundo das redes, abrindo o placar!

A primeira ‘resposta’ do Liverpool foi em um escanteio aos 12 minutos, quando no rebote da defesa Henderson mandou por cima do gol de Forster.

Aos 25 o Southampton desceu mais uma vez, com Ings conseguindo achar Djenepo, que bateu colocado, mas por cima do gol. Cinco minutos depois, Djenepo sentiu uma lesão – aparentemente na posterior da coxa, pois após uma falta que recebeu ele levou a mão diretamente ao local – e foi substituído, com a entrada de Tella. Com isso Walcott foi para o lado de campo e o novo jogador foi para o ataque.

Aos 33 Thiago lançou Mané, que foi pela esquerda levou pro meio e mandou por cima do gol. Sete minutos depois, na pressão após perder a bola, o Southampton roubou a bola, lançou para Ings, que desviou para Tella levar pro meio e bater de fora da área, por cima do gol!

Já aos 46, Mané conseguiu passar pela marcação e cruzar para Salah, que cabeceou por cima do gol.

Mostrando a pressão do Liverpool – e até por conta do gol cedo – os visitantes somaram 63% de posse de bola, finalizaram seis vezes, mas sem acertar o gol. Com 37%, o Southampton marcou em cima e conseguiu finalizar quatro vezes, acertando uma, a do gol.

Na volta do segundo tempo o Liverpool voltou com muita fome, indo para cima sem deixar os donos casa respirarem. Prova disso foram os 90% de posse de bola nos primeiro sete minutos. Apesar disso, aos nove, Wallcott foi quem finalizou, mandando a bola para fora.

Um minuto depois a primeira substituição do Liverpool foi feita, quando saiu Chamberlain e entrou Shaqiri. Aos 29, Mané ficou com a bola na área, pela esquerda, e bateu cruzado, mas nas mãos de Forster.

Aos 32, o Liverpool tirou Alexander-Arnold e colocou Milner. E o Southampton teve a troca de Ings por N’Lundulu. Quatro minutos depois, Wallcott saiu e entrou Valery, aumentando o poder de marcação dos donos da casa.

Com 38 minutos Alisson saiu da área, mas Valery chegou antes e bateu por baixo. A bola, vindo de longe e indo lentamente para o gol, mas a defesa tirou de lá!

Aos 47 do segundo tempo, após MUITA pressão dos reds, em um escanteio, Mané cabeceou por cima do gol, quando até Alisson estava na área.

O Liverpool pressionou e se manteve 68% do tempo com a bola, contra 32% do Southampton. Os donos da casa finalizaram sete vezes, acertando três, quanto os visitantes finalizaram 16 vezes, mas mandaram apenas uma no gol.

Próximos jogos e classificação

O Liverpool entra em campo na próxima sexta-feira (8), às 16h45, quando encara o Aston Villa pela Copa da Inglaterra. Já o Southampton joga no sábado, contra o Shrewsbury Town, às 17h, também pela Copa da Inglaterra.

Standings provided by SofaScore LiveScore
VAVEL Logo