Barcelona e PSG se reencontram nas oitavas de Champions League
Foto: Divulgação/FC Barcelona

Maior competição interclubes da Europa, a UEFA Champions League 2020/2021 entra na fase eliminatória. Logo nas oitavas de final, uma partida opondo dois gigantes do continente acontece. Nesta terça-feira (16), o Barcelona recebe o Paris Saint-Germain no Camp Nou, às 17h (Horário de Brasília).

Em momentos distintos do que costumam chegar às fases mais agudas da temporada, as equipes chegam para o confronto com dúvidas e desfalques importantes.

Adiando a reconstrução

Após quase perder Lionel Messi na pré-temporada (e, de acordo com a imprensa europeia, a Pulga sairá no final da atual temporada), o Barcelona segue caminhando sem muita inspiração. Atual terceiro colocado em LaLiga (atrás de Atletico de Madrid e Real Madrid), os catalães ficaram na segunda posição do Grupo G, atrás da Juventus e à frente de Dynamo Kiev e Ferencváros.

E não faltam destaques para o Barça: Gerard Piqué, Ansu Fati, Sergi Roberto, Philippe Coutinho, Ronald Aráujo, Moussa Wagué e Martin Braithwaite não podem atuar, todos machucados. 

Na entrevista coletiva antes da peleja, Ronald Koeman, técnico da equipe, deu uma curiosa declaração falando de um ex-jogador do Barcelona que, agora, está no adversário - e que não atua, por contusão. "Temos que proteger jogadores como Neymar, Lionel Messi e Cristiano Ronaldo porque eles nos fazem curtir mais o jogo. Os árbitros precisam protegê-lo, embora este seja um esporte de contato. As melhores partidas são aquelas nas quais os melhores jogadores do mundo estão em campo", afirmou.

Provável escalação: Marc-André ter Stegen; Sergiño Dest, Samuel Umtiti, Clément Lenglet e Jordi Alba; Frenkie de Jong, Sergio Busquets e Pedri; Ousmane Dembelé, Lionel Messi e Antoine Griezmann. Técnico: Ronald Koeman.

Bons resultados e confiança abalada

Em temporadas anteriores e normais (o que não é o caso dessa), o Paris Saint-Germain já estaria disparado na liderança da Ligue 1. Durante a pandemia, entretanto, isso não está acontecendo.

Os parisienses estão na segunda colocação, um ponto atrás do Lille. Mais do que isso: o Lyon, terceiro colocado, está apenas dois pontos atrás do PSG. Na competição europeia, entretanto, tudo deu certo para os franceses: o clube foi o líder do Grupo H, à frente do RB Leipzig, Manchester United e Istanbul Basaksehir.

Falando à imprensa, Mauricio Pochettino destacou a importância da peleja e relembrou as oitavas de final da mesma competição na temporada 2016/2017, encerrada em um histórico 6 a 1 do Barça. "Este será um jogo especial, quando assinei pelo PSG há 40 dias já sentia isso. Os jogadores estão motivadíssimos, é um grande objetivo para o clube conseguir ganhar a Liga dos Campeões. Se a equipa está preparada? Nunca ouvi um treinador dizer o contrário. Estamos prontos e queremos ganhar o jogo, é o grande objetivo. Estamos tranquilos e 'limpos'. História é história, o que se passou já foi e não podemos apagá-lo, apenas queremos construir um futuro melhor. Os jogadores são diferentes e a própria equipe também", comentou.

Provável escalação: Keylor Navas; Alessandro Florenzi, Marquinhos, Presnel Kimpembé e Layvin Kurzawa; Idrissa Gueye, Marco Verratti e Leandro Paredes; Moise Kean, Mauro Icardi e Kylian Mbappé. Técnico: Mauricio Pochettino.

Arbitragem

Árbitro: Bjorn Kuipers (HOL)

Assistentes: Sander van Roekel (HOL) e Erwin Zeinstra (HOL)

VAR: Pol van Boekel (HOL)

VAVEL Logo