No jogo 900 de Messi na carreira, Sevilla bate Barcelona e consegue vantagem na semifinal da Copa do Rei
Foto: Divulgação/Sevilla

Valendo pelo jogo de ida da semifinal da Copa do Rei, o Sevilla recebeu o Barcelona no Ramón Sánchez Pizjuán na última quarta-feira (10). E em casa, com gols de Koundé e Rakitic, o Sevilla venceu por 2 a 0 e conseguiu uma vantagem importante para o jogo de volta no Camp Nou.

Estratégias

O Sevilla de Lopetegui entrou em campo com o que tinha de melhor para a semifinal.

A defesa tinha Koundé e Diego Carlos no miolo, com o ex-Barcelona Aleix Vidal na direita e Escurdero na esquerda. O meio tinha Fernando na contenção, com Jordán e Rakitic completando o trio. NO ataque estavam Suso, Em-Nesyri e o recém-chegad0, mas já causando boas impressões, Papu Gómez.

Já o Barcelona de Koeman vinha com uma novidade na defesa: Junior Firpo. A linha tinha ele e mais Mingueza, Umtiti e Jordi Alba, e antes do jogo não se sabia quem faria a direita, quem seria zagueiro e quem estaria na esquerda. No meio de campo Busquets ficava na frente da Zaga, com De Jong e Pedri na sua frente.

O trio de ataque tinha Griezmann, Dembélé e Messi, que buscavam a velocidade e a troca de posições para chegar ao gol.

900 vezes Messi, mas...

Nos primeiros minutos já se desenhava uma imagem do que poderia vir a ser o jogo: o Barcelona pressionava no campo de ataque, forçando o Sevilla a errar na saída. E a dúvida da defesa foi respondida: Firpo jogava na lateral-direita.

E a primeira chance foi de Messi, com um ótimo passe de Griezmann, mas Bono conseguiu defender a finalização cara a cara pela esquerda, aos 10. Oito minutos depois, em uma jogada trabalhada, Koundé conseguiu o chute pela direita e mandou para fora, pelo lado direito de Ter Stegen, respondendo à chegada do time catalão.

E aos 25, em uma belíssima arrancada de Koundé, que passou por três defensores em uma jogada à la Messi e bateu firme, cruzado, na direita de ter Stegen, que nada pode fazer!

Nos acréscimos a bola saiu da direita para a esquerda, onde estava Escudero, que bateu forte para uma linda defesa de Ter Stegen. E esse foi o primeiro tempo onde o Barça pressionou no início, mas viu o Sevilla acelerar ou deixar lento quando queria, tendo o domínio da partida.

O Sevilla foi melhor também nos números na primeira etapa, somando 53% de posse de bola, contra 47% do Barcelona. Nas finalizações houve um empate: quatro tentativas, com duas certas para cada lado.

Bono em uma de suas defesas (Foto: Divulgação/Sevilla)
Bono em uma de suas defesas (Foto: Divulgação/Sevilla)

Na volta do segundo tempo, aos nove, Messi arrancou, deixou para De Jong, que arrumou para o próprio Messi bater no canto direito, mas Bono espalmou. No escanteio Dembélé quase fez um gol olímpico!

Aos 25 Messi conseguiu uma boa jogada, virou a bola para Firpo, que devolveu pro meio e Messi bateu firme, mas para fora, pelo lado direito de Bono. Aos 40, em uma escapada pela esquerda, Rakitic saiu na cara de Ter Stegen e bateu forte para vencer o goleiro e ampliar o placar!

Com 45 minutos, em uma falta na entrada da área, Messi bateu forte, no canto de Bono, que foi buscar a bola e salvou o Sevilla!

Com uma pressão maior na segunda etapa, o Barcelona chegou a manter mais posse de bola, ficando com 54%, contra 46% do Sevilla. Nas finalizações o barça passou também, somando 13, com quatro certas, contra 11 dos donos da casa, que acertaram três.

Próximos jogos

O Sevilla encara o Huesca no próximo sábado (13), às 12h15. O Barcelona joga no mesmo dia contra o Alavés, às 17h, com ambos os jogos sendo por La Liga,

O jogo de volta entre Barcelona e Sevilla, no Camp Nou, acontece no dia três de março, às 17h.

VAVEL Logo