Apesar de vitória, Heynckes mostra insatisfação com Bayern: "Pior exibição em muito tempo"

Equipe bávara sofreu pressão severa no primeiro tempo e conseguiu vencer em lances isolados na segunda etapa

Apesar de vitória, Heynckes mostra insatisfação com Bayern: "Pior exibição em muito tempo"
Foto: Dean Mouhtaropoulos|AFP|Getty Images

A vitória veio, a busca pela liderança segue, mas os três pontos conquistados sobre o Anderlecht na Bélgica não foram suficientes para trazer total alegria ao Bayern de Munique. Após a vitória por 2 a 1 nesta quarta-feira (22), pela quinta e penúltima rodada da fase de grupos da Uefa Champions League 2017-18, o reconhecimento da atuação abaixo do esperado foi destacado por todos que conversaram com a imprensa. Além disso, as saídas de Thiago Alcántara e Robben por lesão preocuparam o grupo.

O técnico Jupp Heynckes elogiou a postura do Anderlecht, que pressionou durante o primeiro tempo e desperdiçou inúmeras oportunidades de sair em vantagem. O comandante da equipe germânica destacou que seus comandados estavam desligados em alguns momentos, o que não pode acontecer, e enfatizou que a vitória veio, mas aspectos precisam ser corrigidos o quanto antes.

“O time estava quase irreconhecível no primeiro tempo. Os espaços que deixamos eram muito grandes, perdemos a bola muitas vezes, nossa transição foi estranha, permitimos três ou quatro chances claras. Faltaram muitas coisas. É claro que me queixei amargamente no intervalo. A boa notícia é que fomos ao intervalo com 0 a 0. Elogio os nossos adversários. Anderlecht joga de forma diferente sob seu novo treinador, eles são muito difíceis e corajosos. Nós ainda ficamos muito descuidados, e não se deve permitir isso hoje em dia. Ganhamos por 2 a 1, mas não nos coroamos com a glória”, afirmou.

Bayern vence duelo difícil contra Anderlecht e segue na busca pela liderança do Grupo B

Outros jogadores comentaram a atuação desta quarta-feira e seguiram as palavras de Heynckes. O zagueiro Jérôme Boateng declarou que os dois gols em momentos de vacilo dos belgas foram os únicos bons momentos e que o goleiro Ulreich foi fundamental para os três pontos serem conquistados. “Ninguém jogou bem hoje. Foi a nossa pior exibição em muito tempo. Não estávamos concentrados o suficiente, perdemos a posse de bola muitas vezes, não fomos suficientemente agressivos, estávamos muito distantes. Devemos agradecer a Ulreich por manter o zero no placar até o intervalo. Fomos melhores rapidamente no segundo tempo até cairmos de rendimento novamente. Não podemos estar satisfeitos com isso, não é o que buscamos”, disse.

Foto: Anadolu Agency|Getty Images
Foto: Anadolu Agency|Getty Images

Elogiado pelo companheiro de sistema defensivo, Ulreich também conversou com os jornalistas. Um dos destaques por ter feito boas defesas, principalmente no primeiro tempo, o goleiro destacou a necessidade de reparar os erros para o jogo contra o Paris Saint-Germain, adversário na última rodada desta fase do torneio continental. “Nós não encontramos o caminho para este jogo, perdemos os desarmes, deixamos muito espaço e deram a bola com muita facilidade. Nós simplesmente não fizemos um bom trabalho, especialmente no primeiro tempo. Ao fim de tudo, estamos felizes pelos três pontos. Teremos que abrir uma exceção contra o PSG”, destacou.

Autor do primeiro gol do jogo, o centroavante Lewandowski também destacou a atuação ruim do Bayern, mas se concentrou nos três pontos conquistados longe dos seus domínios. “Não foi uma combinação perfeita do nosso ponto de vista, mas o principal é que nós conseguimos três pontos. Estávamos muito passivos na primeira etapa. Anderlecht poderia ter marcado três gols no primeiro tempo, e mesmo no segundo tempo nunca foi uma vitória clara para nós. Tivemos que lutar até o fim”, concluiu.

O Bayern de Munique ocupa a segunda colocação do Grupo B, com 12 pontos ganhos. Na Bundesliga, o time lidera com folga e vai tentar ampliar a vantagem neste sábado (22), quando encara o Borussia Mönchengladbach no Borussia-Park, às 15h30, pela 13ª rodada do Campeonato Alemão.