Marcinho mostra confiança em reação do Botafogo no Brasileiro e garante foco na Sul-Americana
(Foto: Vitor Silva / SSPress / Botafogo)

Marcinho mostra confiança em reação do Botafogo no Brasileiro e garante foco na Sul-Americana

Apesar da luta contra o Z-4, lateral alvinegro destaca importância da competição continental e minimiza vaias sofridas em algumas partidas

CaioCarvalho97
Caio Carvalho

Em seu primeiro ano como atleta profissional do Botafogo, Marcinho já foi do céu ao inferno, e vice-versa, por várias vezes. Promovido pelo ex-treinador Alberto Valentim, o lateral é o líder de assistências do glorioso no Campeonato Brasileiro. Já foram quatro passes para gol.

Apesar disso, o jogador já teve uma queda significativa em seu rendimento, sendo vaiado pela torcida e até barrado por Marcos Paquetá, na época. Porém, desde então, o jovem de apenas 22 anos vem recuperando seu espaço e foi elogiado por Tite, técnico da seleção brasileira. 

Autor do cruzamento para o gol da vitória por 1 a 0 diante do América-MG, Marcinho minimizou as vaias sofridas e mostrou ter uma cabeça tranquila e bem trabalhada. 

"Sempre importante demonstrar seu valor quando você é cobrado. Acho que hoje o time inteiro fez isso. Se Deus quiser, vamos conseguir arrancar no campeonato. Acho que se tratando de vaia e torcida, não tem justiça. É só emoção, paixão. Eles (torcedores) vão no momento, no calor do jogo, e numa situação ou outra vão vaiar. Como já disse inúmeras vezes, já fui vaiado várias vezes. Não tem esse problema, você tem que estar com a cabeça boa e sempre ter confiança no seu trabalho. Isso que importa"

+ Confira as ofertas de nosso parceiro Futfanatics

Apesar do foco na luta contra o Z4 no Brasileirão, o lateral garantiu que o elenco já virou a chave para o confronto diante do Bahia, válido pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana. O jogador descartou qualquer tipo de priorização entre as duas competições. 

"(A Sul-Americana) Não atrapalha (na luta contra a degola), ela é importantíssima para a gente. É um tiro curto, e a gente acredita muito que pode chegar. Acho que temos de mudar a chave, esquecer o Brasileiro e focar diretamente na Sul-Americana, nesse jogo de quinta-feira. É muito importante. Depois do jogo dele, mudamos a chave de novo e é foco total no Brasileiro". 

Perguntado sobre o quanto esse triunfo do último final de semana motiva para o jogo contra o Bahia, Marcinho disse que foi bom para tranquilizar e alavancar a moral do grupo. 

"Fortalece, dá tranquilidade a mais. Acho que a gente chega um pouquinho mais leve, mas não podemos relaxar. Chegamos num momento em que ganhamos um jogo, mas temos que continuar ganhando e somando pontos. Vai ser muito importante nesse jogo conseguirmos resultado equilibrado lá para que no jogo de volta a gente tenha a classificação mais inteira". 

Por fim, o líder de assistências da equipe no ano - sete no total -, analisou o lance das expulsões no final do jogo, onde o atacante Luan discutiu de forma áspera com os reservas alvinegros e acabou sendo expulso junto com o lateral Gílson

"Acho que aquilo demonstra a vontade que a gente tinha de vencer. Acho que uma infelicidade ali, uma troca de palavras um pouquinho mais ríspidas, e o sangue está quente ali naquela hora. Mas acho que essas situações de discussões e brigas são desnecessárias, isso só causa ambiente ruim. O jogo de futebol é lindo, maravilhoso, e a gente não pode deixar essas coisas influenciaram. Mesmo com a cabeça quente, temos que acalmar os ânimos, porque essas situações só influenciam mais situações do lado de fora. São desnecessárias".

VAVEL Logo

    Botafogo de Futebol e Regatas Notícias

    há 14 dias
    há 14 dias
    há 15 dias
    há 18 dias
    há 21 dias
    há 21 dias
    há 23 dias
    há 23 dias
    há 24 dias
    há 24 dias
    há 25 dias