Djokovic aplica pneu em Lajovic e vence na estreia em Monte Carlo

Djokovic aplica pneu em Lajovic e vence na estreia em Monte Carlo

Depois de decepcionar nos Masters americanos, sérvio mostra outra atitude em quadra no jogo de retorno do treinador Marian Vajda

constantor
André Luiz V. B. T. dos Reis

Novak Djokovic estreou nessa segunda-feira (16) no Masters de Monte Carlo, primeiro grande torneio da temporada europeia de saibro. Duas vezes campeão em Mônaco, Nole  só precisou de 56 minutos para superar seu compatriota Dusan Lajovic, a quem já havia derrotado no torneio de Doha em 2015.  A vitória de hoje veio por dois sets a zero, parciais de 6/0 e 6/1.

Depois de duas apresentações apagadas em Indian Wells e Miami, Novak despertou dúvidas sobre sua capacidade de voltar a jogar um tênis de alto nível ainda nessa temporada.  As eliminações nos Estados Unidos indicaram que o sérvio estava não apenas longe do melhor momento técnico -- o que era de se esperar depois de tanto tempo afastado do circuito para resolver problemas no punho --, mas também em má forma física e com uma atitude passiva diante dos erros e maus resultados.

Nas duas últimas semanas, Djokovic rompeu com seus treinadores Andre Agassi e Radek Stepanek e trouxe para ocupar o lugar seu velho conhecido Marian Vajda, demitido ano passado após 11 anos de parceria. A partida dessa segunda feira, a primeira após o retorno do antigo técnico, pode ter sido o primeiro sinal de que o vencedor de 12 majors está recuperando a sua conhecida disposição para o jogo de tênis, que parecia ausente nos primeiros meses do ano.

O JOGO

Atual número 13 do ranking da ATP, Djokovic se mostrou sólido nas trocas de fundo. Distribuindo bem as bolas em ambos os lados da quadra, Nole contou com uma jornada apagada de Lajovic, que colecionava erros não forçados e se mostrava incomodado com as devoluções precisas do adversário. Diante da apatia do compatriota, Novak não teve grande trabalho para vencer sete games seguidos e abrir 6/0 e 1/0 no confronto.

Ainda que tenha apresentado alguma melhora na segunda parcial, Lajovic se mostrou frágil diante de um rival agressivo e que o deslocava para os lados.  Número 93 do mundo, em momento algum encontrou solução para o castigo aplicado por Djokovic nas devoluções ao seu saque e no ataque ao seu revés. Desanimado, abaixou a cabeça depois de ter sido quebrado no quarto game e saiu da partida tendo vencido apenas um game.

Novak enfrenta agora o croata Borna Coric, que vem de dois bons resultados nos Masters americanos e derrotou na estreia o francês Julien Benneteau por dois sets a zero. Os dois tenistas só se enfrentaram uma vez, no torneio de Madri, em 2016, com vitória do sérvio.

VAVEL Logo

Tênis Notícias

há 24 dias
há 25 dias
há 25 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês