Em confrontos equilibrados, Alemanha bate Canadá na ATP Cup
Alexander Zverev venceu Denis Shapovalov na ATP Cup 2021 (ATP / Divulgação)

Foram três jogos acirrados e emocionantes. A vitória no confronto entre Alemanha e Canadá, válido pelo grupo A da ATP Cup 2021, entretanto, foi dos europeus. Ainda nos confronto de simples, os alemães fecharam a série, que teve vitória canadense nas duplas, na madrugada desta quarta-feira (3).

Com dois tiebreaks, #37 Jan-Lennard Struff venceu #15 Milos Raonic. No jogo seguinte, #7 Alexander Zverev precisou de três sets para passar por #12 Denis Shapovalov. Nas duplas, com mais um desempate longo, Struff e Kevin Krawietz foram vencidos por Steven DiezPeter Polansky.

Equilíbrio sempre

Nem toda partida que se encerra dois sets a zero é simples. Struff e Raonic deixaram isso claro. Sem perder um game sequer no saque, a disputa foi para o tiebreak. O alemão começou impiedoso, fazendo 6-1 na contagem - a vitória veio por 7-4.

O segundo set teve um resultado semelhante, mas a jornada nele foi diferente. Logo no primeiro game, 13 pontos e dois break points salvos por Struff (no primeiro set, dois games tiveram cinco pontos e foram os mais longos do período), que venceu. Nos dois games seguintes, quebras de serviço. O oitavo game, vencido por Raonic, também merece destaque: 15 pontos e cinco break points salvos. No tiebreak, o alemão, novamente, começou muito bem, abrindo 5-0. Dali em diante, apenas controlou o jogo para vencer por 7-2.

Quando Alexander Zverev e Denis Shapovalov começaram a peleja, um clima de déja vu veio a quem assistia o confronto. Sem quebras de serviço no primeiro set, novo tiebreak e o canadense abrindo vantagem por 4-1 - ele acabaria vencendo por 7-5. O segundo apenas não foi para o tiebreak porque o alemão quebrou o saque do adversário no quarto game - embora tenha precisado de 15 pontos (e salvar dois break points) para confirmar o sétimo momento da peleja. No final, vitória por 6/3.

Games longos também foram rotina no derradeiro set - 11 pontos no primeiro e no quinto foram o auge da partida. O que não fez, novamente, foram quebras de serviço: novamente nem uma. Shapovalov abriu 3-1 no tiebreak, Zverev fez quatro pontos consecutivos e manteve a vantagem ao vencer por 7-4.

Com o confronto já definido, enganou-se quem pensou que o jogo de duplas seria mais relaxado. A dupla alemã até abriu vantagem ao fazer 3/0, quebrando o saque dos adversários no segundo game, mas também teve o serviço rejeitado no quinto momento. No tiebreak, depois de abrir 3-0, os canadenses venceram. Script semelhante com o do segundo set: uma quebra de serviço para cada lado, mais um tie-break. Apenas no final, com dois pontos consecutivos de Krawietz e Jan-Lennard Struff, os alemães empataram o cotejo.

O terceiro set foi o mais desigual de todo o confronto. Por tranquilos 10-3, Steven Diez e Peter Polansky conquistaram a vitória.

Com o Canadá eliminado, Alemanha e Sérvia se enfrentaram na madrugada de quinta-feira (4) para definir quem avança às semifinais.

VAVEL Logo