Alcaraz e Korda avançam para definir o título do Next Gen Finals
Espanhol só perdeu um set em quatro partidas no torneio (Foto: Divulgação/ATP Tour)

Nesta sexta-feira (12) foram definidos os dois finalistas da quarta edição do Next Gen Finals. Perdendo apenas um set ao longo do torneio, a vaga na decisão em Milão para o #32 Carlos Alcaraz veio com um novo 3 a 0 na semifinal contra #111 Sebastian Baez, parciais de 4/2, 4/1, 4/2.

Durante todo o primeiro set, Alcaraz perdeu apenas um ponto quando teve o saque, conseguiu 91% dos pontos ganhos em primeiro serviço e 100% no segundo. Ele fez de seu serviço a sua principal arma, soube jogar na inexperiência de Baez em quadras rápidas, e crescendo nos momentos necessários, conquistou a quebra no terceiro game, para ficar na frente e se segurar até o final do set.

O segundo set foi ainda mais tranquilo. Novamente sem sofrer break points, Alcaraz teve a chance de quebrar Baez em todos os games em que recebeu o saque, conquistoua quebra em duas oportunidades e marcou 4/1.

O terceiro set acabou sendo mais equilibrado. Alcaraz apenas tentava se manter bem para finalizar a partida, enquanto Baez dava um último gás em busca da reação. O argentino até teve a chance em mãos quando teve três break points, já quando a partida estava empatada em 2/2, podendo ter a oportunidade de sacar para vencer a parcial, mas além de ver o adversário de recuperar no game, também viu Alcaraz crescer no último game e mais uma vez conquistar a quebra que garantiu o espanhol na final.

Korda tem jogo duro, mas se garante na final

O confronto entre os compatriotas #39 Sebastian Korda e #63 Brandon Nakashima foi uma verdadeira batalha do começo ao fim. O duelo de compatriotas foi decidido apenas no último e decisivo set, quando Korda, de virada, fez 3 sets a 2, parciais de 4/3(3), 2/4, 1/4, 4/2, 4/2.

A partida começou de forma estudada de ambos os lados, apesar dos dois atletas terem tido break points ao longo do primeiro set, ninguém conseguiu a quebra definitiva. Os games eram sustentados pelos saques - Korda fez cinco aces na primeira parcial, enquanto Nakashima teve 93% de aproveitamento em pontos no primeiro serviço. Sem ninguém conseguir contestar o saque rival, a partida foi parar no tiebreak, onde o número 39 do mundo venceu seis dos sete primeiros pontos, vencendo o set somente no terceiro set point.

Os detalhes que faltaram para Nakashima vencer o primeiro set, foram corrigidos rapidamente no segundo, quando conseguiu sua primeira quebra na partida ainda no game de abertura, e administrou a vitória durante toda a parcial - novamente com destaque o seu saque, onde conquistou 100% dos pontos em primeiro serviço para fechar em 4/2.

O terceiro set teve o mesmo ritmo. Mais uma vez com um saque que incomodava muito, Nakashima exercia uma pressão que Korda não conseguia sustentar. Foi assim que conseguiu duas quebras para fazer 4/1 e tomar a frente do jogo.

O quarto set teve início com pontos e games rápidos. Querendo definir os pontos com pressa, Korda mostravam ainda estar vivo na partida, não se intimidou com a virada do rival, foi para cima e conseguiu quebrar o saque do adversário de 0 no terceiro game, tomando a frente do marcador para somente administrar a vantagem e vencer a parcial por 4/2.

O último e decisivo set acabou perdendo um pouco do ritmo. Os tenistas se mostravam tensos, e a  chance de Nakashima sair na frente veio no quarto game. Podendo ter a vantagem de sacar para a vitória, não conseguiu aproveitar os dois break points que teve. Do outro lado, Korda, que converteu um dos dois bps que teve na sequência, quebrou o adversário e confirmou o saque para garantir sua vaga na finalíssima.

A final entre Carlos Alcaraz e Sebastian Korda será neste sábado (13). Este será o primeiro confronto entre os dois.

VAVEL Logo