Giroud desencanta e França vence Holanda na Liga das Nações

Atacante voltou a balançar as redes e garantiu a primeira vitória dos franceses na competição

Giroud desencanta e França vence Holanda na Liga das Nações
(Divulgação/Twitter)
França
2 1
Holanda
França: Areola; Pavard, R. Varane, Umtiti, Lucas Hernandez (Mendy); P. Pogba, Kanté, Matuidi; Griezmann (N'Zonzi), Giroud (Dembélé), Mbappé.
Holanda: Cilessen; Tete (Janmaat), De Ligt, Van Dijk, Blind; D. Propper, Frenkie De Jong, Wijnaldum; Depay, Ryan Babel(Luuk De Jong), Q. Promes (Vormer).
Placar: 1-0, min. 11, Mbappé. 1-1, min. 66, Babel. 2-1, min. 75, Giroud.
INCIDENCIAS: Partida disputada no Stade de France e válida pela Liga das Nações da Uefa.

Na tarde deste domingo (9), França e Holanda duelaram no Stade de France pela Liga das Nações da UEFA. Os atuais campeões do Mundo fizeram o dever de casa e bateram os holandeses por 2 a 1, com gols de Mbappé e Giroud, enquanto Ryan Babel diminuiu.

Com a vitória, a equipe francesa chega a liderança do Grupo 1, com quatro pontos, no entanto, com um jogo a mais que seus concorrentes da fase. Já o time holandês fica com a última colocação, ainda zerado no torneio.

Primeiro tempo

Antes da bola rolar, houve muita festa no Stade de France. Afinal, era a volta a casa da equipe campeã da Copa do Mundo da Rússia. Os fãs prepararam um grande mosaico no estádio, com direito as bandeiras de cores francesas e bastante celebração quando os jogadores foram a campo.

Já com o apito inicial, os mandantes assustaram com só 25 segundos de jogo. A França saiu em velocidade com Matuidi, que tocou para Mbappé. Ele invadiu a área, passou pelo defensor e soltou um petardo para boa defesa de Cillessen. A Holanda respondeu momentos depois em um belo chute de Quincy Promes da entrada da área, que passou por cima da trave.

Os azuis seguiram em cima e com Mbappé brilhando. Pavard surgiu pelo lado direito, levantou em direção ao gol e o atacante apareceu em frente ao gol holandês, finalizando em cima do arqueiro. Mas ele não parou por aí. Tete recuou mal de cabeça, Matuidi pegou a sobra e tocou para o garoto, que só empurrou pro fundo das redes aos 11 minutos.

O campo era totalmente dos franceses, que tinha mais posse de bola e chegaram mais vezes. Porém, após o gol, a partida se acalmou, com a Holanda se segurando mais e deixando menos espaços, mas ainda com dificuldades em atacar. O placar parcial se manteve até o fim dos primeiros 45 minutos, apesar do total domínio francês.

Segundo tempo

A etapa complementar voltou com duas equipes mais truncadas no meio de campo. Entretanto, quem tem Mbappé, tem sorte. O camisa 10 já tinha feito bons lances na etapa inicial, voltou ainda melhor e quase marcou o segundo aos 51. Ele arrancou pelo meio, arriscou de longe e a bola foi sobre o gol da Holanda.

A Laranja Mecânica, que até então não tinha sequer assustado Areola, apareceu aos 65 minutos. Wijnaldum recebeu na entrada da área e sem nenhuma marcação, chutou forte para fora. Segundos depois ao lance, Tete correu pelo lado direito, fez ótimo cruzamento e Ryan Babel, de primeira, fuzilou pro gol. O goleiro ainda tocou, mas não evitou o empate.

E os holandeses pareciam ter gostado do jogo. Aos 68, Depay correu pela diagonal, mandou um petardo e a bola passou com muito perigo ao lado direito da trave francesa. Após momentos de instabilidade, os donos da casa responderam. Mendy ganhou na lateral, cruzou bonito e Giroud, se antecipando a marcação de Van Dijk, joga pro fundo das redes.

Além de ter encerrado seu jejum de gols, já que não marcava desde o amistoso contra a Irlanda, antes do Mundial, o centroavante superou Zidane na lista de maiores marcados da história dos Bleus. Com 32 tentos, ele agora é o quarto goleador.

Com o resultado a seu favor, a França segurou a bola e administrou o resultado em sua casa. Os visitantes até tentaram nos minutos finais, mas não conseguiram estragar a festa dos campeões mundiais. Vitória por 2 a 1.