Com brasileiros na lista, FourFourTwo anuncia Guardiola como melhor técnico do mundo
Divulgação/ Manchester City

A revista “FourFourTwo” divulgou nesta terça-feira (30) os últimos dez nomes da lista dos 50 melhores treinadores da atualidade, que vem sendo divulgada desde a semana passada, dividida em blocos de forma decrescente. Pep Guardiola do Manchester City, foi eleito em primeiro lugar, seguido de Zidane (atualmente sem clube), e Diego Simeone (Atlético de Madrid).

O comandante dos cityzens foi escolhido o melhor, após sua campanha excelente na última temporada da Premier League, quando alcançou a incrível marca de 100 pontos, no campeonato que é nomeado por muitos, o mais difícil do mundo. Além da sua alta capacidade de se renovar e adaptar-se aos torneios, Pep consegue extrair de seus atletas o máximo do que eles podem render em campo.

Dos 50 nomes, oito estão ligados ao futebol inglês. Além de Guardiola, Jurgen Klopp (Liverpool - 5º); Mauricio Pochettino (Tottenham – 7º) e Maurizio Sarri (Chelsea – 8º) estão entre os dez. José Mourinho (Man. United – 25º); Unai Emery (Arsenal – 31º); Rafa Benítez (Newcastle - 34º); Eddie Howe (Bournemouth – 41º) e Sean Dyche (Burnley – 47º) completam os técnicos que estão atuando em clubes no momento.

Antonio Conte, que está sem clube atualmente, comandava o Chelsea até o final da última temporada, ocupa a 18ª colocação, e Gareth Southgate, técnico da seleção inglesa, a 40ª. Dos grandes centos do futebol mundial, a Inglaterra é o país com mais representantes (9), seguida de Espanha (8), Itália (7) e Alemanha e França com 5 nomes cada. Esses números constatam o que todos já sabem: o melhor campeonato do mundo é o da Inglês.

Brasileiros

​O Brasil foi representado por dois nomes nessa lista: Tite (Seleção brasileira) e Renato Portaluppi (Grêmio), eles ficaram em 11º e 28º respectivamente. É muito pouco para o futebol brasileiro, mas eles possuem uma característica em comum, ambos montam seus times dentro de campo com um futebol considerado moderno, com muita intensidade ofensivamente e bastante solidez na defesa. Além de suas brilhantes campanhas nos últimos tempos, Renato venceu a Libertadores da América em 2017 e Tite trouxe à seleção canarinho uma forma de jogar atual, tendo excelente participação nas Eliminatórias para a Copa do Mundo (2016/17).

Confira a lista completa com os 50 treinadores escolhidos pela revista inglesa:

  1. Pep Guardiola (Manchester City-ING)
  2. Zinedine Zidane (sem clube / ex-Real Madrid)
  3. Diego Simeone (Atlético de Madrid-ESP)
  4. Allegri (Juventus-ITA)
  5. Jurgen Klopp (Liverpool-ING)
  6. Deschamps (seleção francesa)
  7. Mauricio Pochettino (Tottenham-ING)
  8. Maurizio Sarri (Chelsea-ING)
  9. Nagelsmann (Hoffenheim-ALE)
  10. Valverde (Barcelona-ESP)
  11. Tite (seleção brasileira)
  12. Leonardo Jardim (ex-Monaco / hoje sem clube)
  13. Di Francesco (Roma -ITA)
  14. Lucien Favre (Borussia Dortmund-ALE)
  15. Marcelino (Valencia-ESP)
  16. Luis Enrique (seleção espanhola)
  17. Janne Andersson (seleção sueca)
  18. Antonio Conte (sem clube / ex-Chelsea)
  19. Phillip Cocu (sem clube / ex-Fenerbahce)
  20. Thomas Tuchel (PSG)
  21. Zlatko Dalic (seleção da Croácia)
  22. Paulo Fonseca (Shakhtar Donetsk-UCR)
  23. Gian Piero Gasperini (Atalanta-ITA)
  24. Pablo Machin (Sevilla-ESP)
  25. José Mourinho (Manchester United-ING)
  26. Domenico Tedesco (Schalke-ALE)
  27. Jose Bordalas (Getafe-ESP)
  28. Renato Portaluppi (Grêmio)
  29. Nino Kovav (Bayern de Munique-ALE)
  30. Bruno Genesio (Lyon-FRA)
  31. Unai Emery (Arsenal-ING)
  32. Marcelo Gallardo (River Plate-ARG)
  33. Sergio Conceição (Porto-POR)
  34. Rafael Benitez (Newcastle-ING)
  35. Marco Giampaolo (Sampdoria-ITA)
  36. Adi Hutter (Eintracht Frankfurt-ALE)
  37. Abdullah Avcı (Istanbul Basaksehir-TUR)
  38. Stefano Pioli (Fiorentina-ITA)
  39. Luciano Spaletti (Inter de Milão-ITA)
  40. Gareth Southgate (seleção da Inglaterra)
  41. Eddie Howe (Bournemouth-ING)
  42. Quique Setien (Bétis-ESP)
  43. Rudi Garcia (Marseille-FRA)
  44. Abel Ferreira (Braga-POR)
  45. Ariel Holan (Independiente-ARG)
  46. Juan Carlos Osorio (seleção do Paraguai)
  47. Sean Dyche (Burnley-ING)
  48. Ricardo Gareca (seleção do Peru)
  49. Simone Inzagui (Lazio-ITA)
  50. Brendan Rodgers (Celtic-ESC)
VAVEL Logo